Ir para o conteúdo
de volta ao trabalho

De volta ao trabalho? Veja as dicas para lidar com o “novo normal”

Chegamos a Setembro e muitas pessoas estão de volta ao trabalho. A volta para os  escritórios, seja por conta do fim das férias ou pela decisão das empresas por não continuar com o regime de teletrabalho, é um bom sinal, mas merece atenção. A situação de crise devido ao coronavírus mudou o dia a dia em todas as empresas e ainda é muito importante garantir medidas de segurança no “novo normal” pós-coronavírus. No entanto, essa não é uma tarefa fácil.

Além disso, nem todas as empresas irão voltar aos escritórios normalmente. Muitas ainda consideram adotar o trabalho em turnos ou até mesmo prolongar o regime de teletrabalho. Ainda assim, para os que já têm ou pensam em ter os funcionários de volta ao trabalho de forma presencial, o planeamento contínuo é fundamental. Para esta decisão, o papel do setor de recursos humanos torna-se ainda mais relevante e estratégico.

O RH mais do que nunca precisa alinhar com a alta liderança como será o retorno para o escritório. Ainda que a situação já esteja mais controlada em Portugal, é preciso ter cautela. Precisamos aprender com a crise e evitar novos imprevistos. Tanto para não expôr os funcionários ao perigo da doença, quanto para tornar essa volta produtiva e calma para quem trabalha.

Reunimos então algumas medidas de segurança e dicas que as empresas podem usar para este momento de volta ao trabalho presencial. Guie-se por estas informações para saber quais delas também adaptam-se à sua realidade. Continue a leitura!

Índice

Quais protocolos de segurança podem ser adotados na volta ao escritório?

O primeiro passo para a gestão de Recursos Humanos é planear a chegada dos funcionários. Isso inclui diversos fatores. Em primeiro lugar, é importante pensar sobre como os colaboradores chegam até o trabalho e se esse trajeto oferece riscos.

Para além disso,  deve-se reforçar as recomendações de prevenção ao coronavírus diariamente. Dessa forma, podemos dizer que planear é essencial, antes de qualquer coisa. E quais pontos devem ser levados em conta?

  • Qual trabalho é vital que seja feito de forma presencial?
  • Quantos funcionários podem ser mantidos em regime de teletrabalho?
  • Já foi feita uma pesquisa de clima organizacional sobre o tema? Se não, faça.
  • Como o RH e a alta liderança analisam o período de teletrabalho?
  • O escritório pode ser adaptado para seguir as normas de segurança contra o Covid-19?

Se após responder a essas perguntas, a sua empresa tem certeza que o futuro dos escritórios mantém-se no trabalho presencial de todos ou boa parte da equipa, vamos para o seguinte passo.

Com os seus funcionários de volta ao trabalho, é preciso planear como montar um plano de comunicação efetivo para eles. É preciso ser transparente sobre a decisão, explicar os motivos para voltar ao escritório, estabelecer novas metas e objetivos com a equipa, e demonstrar como a empresa está a cuidar da segurança de todos.

Que tal conhecer algumas medidas básicas de cuidados dentro dos escritórios que estão a ser adotadas pelas empresas?

Cuidado pós Covid-19

Após tantas mudanças e com o impacto dessa crise, fala-se muito de um volta gradual à normalidade, ou melhor, da adaptação a um “novo normal” para nosso dia a dia. Entre as estratégias de segurança da saúde dos funcionários, empresas estão a adaptar principalmente seus espaços e modos de organização.

Confira algumas medidas de segurança:

  • Promover turnos de trabalho para que os funcionários não encontrem aglomerações;
  • Medição de temperatura na entrada do trabalho;
  • Disponibilização de álcool em gel em diversos pontos da oficina;
  • Reorganizar o espaço para garantir a distância entre funcionários;
  • Revezamento dos colaboradores na hora de almoçar, usar salas, horas de descanso;
  • Definir lotação máxima de salas;
  • Implementar meios de comunicação para que o colaborador informe se esteve em contacto com alguém diagnosticado com coronavírus e para relatar possíveis sintomas da doença;
  • Número de telefone de emergência fornecido por cada colaborador;
  • Uso da máscara durante todo o dia. Algumas empresas fornecem de graça para os colaboradores;
  • Avisos no escritório sobre a higienização das mãos (como fazer, quando, por que é importante);
  • Reuniões em modo virtual mesmo que os membros estejam no mesmo espaço;
  • Avisar sobre a limpeza do escritório, como está a ser feita para desinfetar o espaço;
  • Fechar pontos de encontro no escritório, como cafés.

Para além disso, devemos lembrar que existem milhares de outras medidas de segurança que podem ser adotadas pela sua empresa. Relembre como é o dia a dia de todos, quais são as necessidades de equipas e líderes, e como tornar essa transição positiva. Assim, será possível traçar um plano realista e prático para todos que estão no processo de voltar para o trabalho.

Mas como manter toda a equipe ciente destas práticas? Leia abaixo!

pos covid

O poder da cultura organizacional para   retorno aos escritórios

A cultura da empresa é um dos pilares que define e guia o propósito da organização. Para os colaboradores, estar alinhados com esses valores é essencial para entender em que espaço estão inseridos, como podem colaborar com o crescimento da empresa e entender como fazer o próprio trabalho.

Na crise do Covid-19, esses elementos tornaram-se ainda mais importantes. Foi o momento em que o RH teve que se planear-se para cuidar da saúde dos colaboradores, construir estratégias de follow up com as equipas e tornar-se mais humanizado em um momento delicado como este. Agora, adaptar-se ao “novo normal” é um dos maiores desafios das empresas, que tentam aprender com as lições que tiveram com a crise.

Dessa maneira, as empresas podem se apoiar em sua cultura organizacional para fortalecer os vínculos e cuidados com os funcionários. Explicar como é fundamental que todos tenham saúde e bem-estar, e como a empresa pode ajudar nessa tarefa é o mínimo que o funcionário espera quando está de volta ao escritório.

Para além disso, o setor de RH pode olhar para esta nova fase como um momento para reforçar a marca, seus ideais e como olha para o colaborador. Já que  a empresa está a repensar modelos de trabalho, também deve repensar em como pode melhorar o wellness dos funcionários, não é mesmo?

E quais são as expectativas do futuro dos escritórios? Trouxemos algumas tendências para que esteja pronto para atualizar sua empresa.

Empresas manterão o teletrabalho

Como a insegurança do Covid-19 ainda existe, muitas empresas já determinaram que continuarão com o regime de teletrabalho. Para garantir  100% de segurança na volta ao escritório, muitas mantém a decisão de continuar o trabalho remoto. Outro motivo é que algumas empresas perceberam que funcionam bem em regime de teletrabalho e que podem com isso poupar custos e melhorar a qualidade de vida dos funcionários. Cabe a cada empresa avaliar se esta é uma opção saudável para a organização.

Flexibilização do trabalho

O RH mais do que qualquer área sabe que o Covid-19 impôs mudanças drásticas de uma hora para outra. Essa reviravolta fez com a flexibilização das horas de trabalho e de contratos chegasse com mais força nos escritórios. Dessa maneira, funcionários já consideram que preferem trabalhar em empresas que estão disponíveis para essa adaptação, que oferecem horas mais flexíveis de trabalho e alternam entre teletrabalho e trabalho presencial (se for o caso).

Sendo assim, é um ponto para que a equipa de recrutamento e seleção esteja atenta! A marca empregadora terá valor agregado caso seja capaz de se mostrar adaptável e atualizada às novidades do mercado quanto a isso. Poderá receber melhores candidatos e será um espaço de trabalho mais atrativo na volta ao escritório.

Otimização do espaço: Melhore a experiência de volta ao escritório

Outra novidade é o workplace management, termo que significa a otimização do espaço dos escritórios de forma proveitosa. Essa é uma estratégia para tornar os espaços de trabalho, que ainda exigem presença física dos funcionários, melhor aproveitados. Seja para a execução de tarefas quanto para o bem-estar de todos.

Para isso, diversas outras áreas podem se juntar e criar espaços criativos para o desenvolver o trabalho. Essa é uma maneira também se ressignificar a experiência de volta ao escritório e amenizar os efeitos psicológicos da pandemia.

software rh

Mais atenção à saúde dos colaboradores

Um dos tópicos que mais chamaram a atenção nesta época continua a ser a saúde mental e física dos colaboradores. O RH pode ter um papel ainda mais estratégico em ajudar a manter uma vida saudável para todos seus colaboradores. Afinal, sabemos que quando todos estão em equilíbrio com a alimentação, cuidados médicos e prevenção de acidentes, a empresa ganha com isso. E com a pandemia, ficou evidente que ansiedade e o estresse podem desestimular e influir negativamente na vida do colaborador dentro da empresa.

Então, como vimos, são muitas tarefas e horas de trabalho para organizar essa volta! Assim, não sobra muito tempo para outras tarefas burocráticas do RH, como gestão de ausências, avaliação de desempenho, controlo de assiduidade e muito mais. A Factorial pode ajudar com isso: automatizar todos seus processos para que tenha tempo para aquilo que importa, os seus colaboradores.

✅Que tal conhecer como a Factorial pode ajudar na volta aos escritórios? Clique aqui!

Este artigo também está disponível em: Brasil

Bruna Carnevale é Content Manager da Factorial para os mercados do Brasil e Portugal. Com uma formação diversa em comunicação e línguas, se diz cada vez mais apaixonada pela área de RH e acredita que o acesso à informação de qualidade pode ajudar tornar a gestão de pessoas cada vez mais humanizada e eficiente.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário