Ir para o conteúdo
indemnizacao por despedimento

Indemnização por despedimento: O que é e como calcular

O momento em que ocorre um despedimento nunca é fácil, e pode trazer dúvidas e dificuldades tanto para o empregado quando para o empregador. Mesmo em um momento de dificuldade é preciso estar atento ao que diz a legislação e conhecer os direitos do trabalhador em caso de despedimento. Um desses direitos é a indemnização por despedimento.

Este direito ainda gera muitas dúvidas e é fundamental que as empresas, e sobretudo os profissionais de RH, tenham conhecimento da legislação. Isso evita problemas jurídicos no futuro e serve para orientar melhor os colaboradores em um momento que já é bastante delicado.

Para além disso, o trabalhador também deve estar atento aos seus direitos e lutar por eles caso não sejam cumpridos.

As razões para o despedimento são muitas, mas existem regras e critérios que devem ser levados em conta. Para isso, a legislação descrita no Código do Trabalho prevê os direitos e deveres do empregado e empregador em diferentes casos de despedimento.

Nesse artigo, esclarecemos as principais dúvidas sobre o direito da indemnização por despedimento e indicamos como calcular o valor que o funcionário tem direito de receber. Além disso, disponibilizamos 2 modelos de carta de despedimento para funcionários e empregadores.

Índice

software-rh

Tipos de despedimento

O Código do Trabalho prevê alguns motivos para despedimento do trabalhador.  O direito à indemnização por despedimento vai depender da modalidade de despedimento em que o caso está relacionado e se baseia no cumprimento ou não de algumas normas da legislação do trabalho.

Por isso é fundamental perceber as razões mais recorrentes para uma empresa dispensar um funcionário e em qual dos casos o trabalhador tem direito à indemnização por despedimento.

  • Despedimento por justa causa: O Código do Trabalho classifica como justa causa o “comportamento culposo do trabalhador que, pela sua gravidade e consequências, torne imediata e praticamente impossível a subsistência da relação de trabalho.”
  • Despedimento Coletivo: O despedimento coletivo ocorre quando há uma cessação dos contratos de trabalho (de três ou cinco funcionário, a depender do tamanho da ampresa) pelo empregador dentro do período de três meses.
  • Despedimento por Extinção do Posto de Trabalho: Neste caso, o empregador pode despedir o empregador quando há extinção do posto de trabalho em que este atua.
  • Despedimento por inadaptação: Esse caso acontece quando o funcionário não se adapta às suas funções e sua atuação impossibilita a manutenção daquele posto de trabalho.

Até agora, os casos em que vimos acima caracterizam despedimentos justificados, ou seja, com justa causa. Nesses casos, o despedimento dá ao trabalhador alguns direitos, mas não inclui a indemnização por despedimento. Ainda assim, no caso de não cumprimento de alguma norma, até mesmo estes casos podem se tornar ilícitos. E é ai que passa a valer a indemnização por despedimento.  Saiba mais detalhes abaixo.

Carta de Despedimento [modelos grátis em word]

Seja por iniciativa do funcionário ou do empregador, a rescisão do contrato de trabalho exige algumas formalidades. Uma delas é o preenchimento de uma carta de despedimento, ou como é conhecida, uma carta de rescisão de contrato, que deve ser assinada por ambas as partes.

Para facilitar este processo, disponibilizamos dois modelos prontos e personalizáveis de cartas de despedimento em word: Um para o funcionário e outro para o empregador.

👇Descarregue aqui o modelo de carta de despedimento em Word👇

carta de despedimento

O que é indemnização por despedimento?

A indemnização por despedimento é um valor pago pelo empregador ao trabalhador despedido com o objetivo de compensar a perda do emprego. Para além disso, visa indemnizar o trabalhador por todos os danos causados, patrimoniais e não patrimoniais.

Quem tem direito a indemnização por despedimento?

Saber as formas de despedimento mais comuns é essencial para que o trabalhador esteja preparado para qualquer imprevisto. Ser despedido é uma das maiores preocupações dos trabalhadores, mas caso isso aconteça é importante saber que o Código do trabalho possui normas que protegem os funcionários em diversos casos.

Segundo o artigo 338° do Código do trabalho, o despedimento é proibido quando é feito “sem justa causa ou por motivos políticos ou ideológicos”.

Caso o despedimento seja lícito, outros direitos e normas são aplicados, de acordo com as normas de compensação por cessação do contrato de trabalho, mas o trabalhador não tem o direito a indemnização por despedimento.

Portanto, este é um direito dos trabalhadores que foram despedidos sem justa causa, ou seja, apenas um despedimento ilícito confere o direito ao pagamento de uma indemnização por despedimento.

Mas quando um despedimento é considerado ilícito? Veja mais detalhes a seguir!

indemnizacao por despedimento calculo

Quando um despedimento é considerado ilícito? 

O despedimento ilícito, ou sem justa causa, ocorre quando o empregador não respeita nenhum dos pontos da rescisão do contrato por justa causa. Segundo o artigo 381° do Código do Trabalho, o despedimento por iniciativa do empregador é ilícito quando:

a) Se for devido a motivos políticos, ideológicos, étnicos ou religiosos, ainda que com invocação de motivo diverso;

b) Se o motivo justificativo do despedimento for declarado improcedente;

c) Se não for precedido do respectivo procedimento;

d) Em caso de trabalhadora grávida, puérpera ou lactante ou de trabalhador durante o gozo de licença parental inicial, em qualquer das suas modalidades, se não for solicitado o parecer prévio da entidade competente na área da igualdade de oportunidades entre homens e mulheres.

Nesses casos, a ilicitude do despedimento só pode ser decretada por um tribunal judicial.

Quais os direitos do trabalhador em caso de despedimento ilícito?

Nesse caso, o trabalhador tem direito de se opor junto ao tribunal. Segundo o artigo 387° do Código do Trabalho, “O trabalhador pode opor-se ao despedimento, mediante apresentação de requerimento em formulário próprio, junto do tribunal competente, no prazo de 60 dias, contados a partir da recepção da comunicação de despedimento ou da data de cessação do contrato, se posterior, excepto no caso previsto no artigo seguinte”.

Dessa forma, se o despedimento for declarado ilícito, o trabalhador terá direito a uma indemnização por despedimento ou então o empregador deverá reintegrá-lo na empresa.

Para além desse direito, o trabalhador tem também o direito de receber os salários que deixou de receber desde que foi despedido, até a data em que a declaração de ilicitude seja feita pelo tribunal.

direitos indemnizacao por despedimento

Como calcular a indemnização por despedimento?

O valor da indemnização é estipulado pelo tribunal, seguindo as normas do artigo 391° do Código do Trabalho. Confira abaixo:

1) Se o pedido de indemnização em substituição da reintegração for feito pelo trabalhador:

Nesse caso, se o trabalhador opta pela indemnização ao invés da reintegração ao posto de trabalho, o montante é determinado pela legislação da seguinte forma: Entre 15 e 45 dias de retribuição base e diuturnidades por cada ano completo ou fração de ano de antiguidade, com o limite mínimo de três meses de retribuição base e diuturnidades.

2)Se o pedido de indemnização em substituição da reintegração for feito pelo empregador:

Nesse caso, se o empregador fizer a escolha de indemnizar o empregado ao invés de reintegrá-lo á empresa, a indemnização será determinada pelo tribunal entre 30 e 60 dias de retribuição base e diuturnidades por cada ano completo ou fração de antiguidade e não poderá ser inferior a seis meses de retribuição base e diuturnidades.

O cálculo do valor a ser recebido na indemnização por despedimento é bastante complexo, pois depende do tipo de contrato estabelecido entre empregado e empregador, da data em que foi assinado e do tempo em que esteve em vigor.

Para facilitar esta conta, a Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT),  disponibiliza um Simulador de Compensação por cessação de contrato de trabalho,  que dá uma  idéia do valor que será recebido pelo trabalhador que tem direito à indemnização por despedimento.

software rh

Postagens relacionadas

Deixe um comentário