Como preparar um Plano de RH: Guia e Truques

O departamento de Recursos Humanos deve estar completamente alinhado com a missão e visão da empresa. E agora com a chegada do novo ano, a importância desta comunicação é crítica. Para atingir os objetivos de RH precisa de uma trajetória clara e bem definida, que toda a organização deve seguir. Hoje falaremos de como criar um plano de RH anual para atingir todos os seus objetivos.

Crie o seu Plano de Recursos Humanos

Empresas usam planos de RH para analisar elementos relacionados com políticas de recursos humanos para o próximo seguinte. Desde a dimensão do staff a estrutura e condições de trabalho ao processo de contratação e incorporação de novos colaboradores.

Por isso é importante ter em mente algumas considerações muito importantes antes de delinear qualquer plano.

Conheça o Contexto

No princípio do ano as empresas estabelecem um plano estratégico geral onde são definidos os objetivos-chave anuais, dos quais está dependente o plano de recursos humanos. Para conseguirmos exercer bem a nossa função dentro do departamento de recursos humanos devemos ter respostas muito claras a estas três perguntas:

  • Que devemos melhorar em comparação com o ano anterior?
    Só se identificarmos os problemas da empresa e as soluções adequadas para as melhorar é que poderemos avançar de verdade. De nada serve continuar a cometer os mesmos erros, e acumulá-los até que estes comecem a prejudicá-lo.
  • Quais são os desafios deste ano?
    Analisar as tendências do seu setor é fundamental. Esteja a par das novas mudanças, dos eventos e das atividades que irão decorrer nos próximos meses e saiba como estes influenciarão o seu mercado, assim pode se preparar, adaptar e aproveitar delas. Por exemplo, se a sua empresa vai passar por uma transformação digital tem de pensar como isto irá afetar os seus colaboradores.
  • Que elementos dentro da organização precisam de mais atenção?
    Depois de olhar por fora tem de analisar por dentro e estudar o estado da sua empresa e dos seus colaboradores. Com a Factorial, por exemplo, pode criar relatórios de recursos humanos que dão uma perspetiva gráfica da empresa e que lhe darão uma ideia do que pode melhorar. Uma alta taxa de turnover? Pouca motivação? É importante realizar este acompanhamento e encontrar soluções.

É por isto que é muito importante uma boa comunicação entre o departamento de recursos humanos e a direção da empresa, e que estes sejam completamente claros e honestos.

Objetivos do Plano de RH 

Os objetivos do plano estratégico da empresa são chamados objetivos a longo prazo e ajudarão a medir o alcance do plano de recursos humanos. Estes objetivos podem ser divididos em:

  • Objetivos explícitos:

São aqueles que se focam na atração e retenção de talento, na motivação dos colaboradores e no aumento do engagement dos trabalhadores. Para o fazer, deve considerar a experiência do colaborador, onboarding process, planos de carreira, entre outros no seu plano de RH.

  • Objetivos implícitos:

São aqueles que seguem a filosofia da empresa e ajudam a criar a cultura organizacional. Mostram o poder do departamento de RH e como este pode ajudar a melhorar a produtividade, o ambiente de trabalho e a qualidade de vida dos colaboradores, mantendo ao mesmo tempo, todas as regulações de trabalho.

Se quiser mais informações relativas a como uma estratégia de resultados chave de RH na sua empresa pode verificar a nossa publicação OKR.

software-rh-gratis

 

Definir Responsabilidades

Assim que tiver objetivos claros, tanto para a empresa como para o departamento de recursos humanos, pode começar a criar o plano de HR e analisar o que fará o departamento para conseguir atingir estes objetivos.

Primeiro devemos designar uma pessoa responsável por criar e implementar o plano. Para as empresas mais pequenas provavelmente será o CEO que está encarregado de tudo. Nas empresas ligeiramente maiores pode ser a pessoa responsável pelas tarefas de recursos humanos, e para as empresas médias, com diferentes perfis de RH, terá de designar a cada um, uma tarefa dentro do mesmo plano com o respetivo objetivo. Se for necessário, pode até dividir o departamento em subcategorias.

As ideias são melhor compreendidas com imagens, por isso criar um organograma da empresa pode ajudar. O organograma irá demonstrar:

A estrutura hierárquica da empresa: Directores, Gestores, Perfis Intermédios, Colaboradores, etc.

Os diferentes departamentos que compõem a empresa: Marketing, Vendas, Produto, Recursos Humanos, etc.

Posições a preencher.

O organograma irá depender do tamanho da empresa, obviamente, mas irá ser muito útil para o planeamento da força de trabalho. Irá mostrar quantas pessoas precisam ser contratadas e para que posições de modo que consiga atingir os seus objetivos.

Identificar Posições Abertas

Graças ao organograma descobriu as novas posições a preencher este ano para atingir os seus objetivos. No plano de RH irá definir:

  • Que vagas estão abertas. Irá escrever descrições detalhadas da posição incluindo departamento, lugar de trabalho, responsabilidades, funções, responsáveis ou supervisores e volume de trabalho.
  • Perfil necessário para preencher a vaga. Aqui terá de especificar a formação académica, experiência profissional e skills necessárias. Com isto será capaz de avaliar se já tem um colaborador com este perfil profissional e promovê-lo ou recolocá-lo, ou se tem de contratar uma nova pessoa. Independentemente da decisão tem de começar um processo de seleção, formação, etc.

Como irá ver, estes passos estão sempre sujeitos às políticas de recursos humanos da empresa. São etapas vitais no seu plano de RH, por isso dedique algum tempo a estudar e analisar a sua empresa para encontrar a melhor solução.

Definição das Políticas de Recursos Humanos

As políticas de recursos humanos devem ser atualizadas segundo as exigências e os desafios do plano estratégico de RH. As políticas irão ditar as diretrizes do dia a dia do departamento de RH e incluirão, como dissemos:

Diretrizes para o processo de contratação:

Para além de funções detalhadas, contratos e compensações para cada posição, também tem de decidir se o processo de contratação. Será efetuado por alguém dentro da empresa ou se irá externalizar todo o processo?

Diretrizes para a compensação:

Terá que decidir salários e complementos ou pagamentos por horas extra, que terão de ser estabelecidos antes da contratação, para certificar que todas as despesas estão em linha com o orçamento.

Diretrizes para o desenvolvimento pessoal e profissional

É importante cuidar das novas contratações, mas também certificar que os colaboradores sénior sintam que o seu trabalho é valorizado. No seu plano de RH parte do seu orçamento será dedicado a formação, desenvolvimento pessoal e profissional dos colaboradores e ajudá-los a atingir os seus próprios objetivos.

Dentro das políticas de RH deve incluir um guia de boas práticas da empresa, com a sua visão e a sua missão, guia de boa conduta e de resolução de conflitos.

Poupa tempo criando o teu plano de RH com Factorial

Um bom plano de RH é fundamental para o resultado final e realização dos objetivos da empresa. Mas também é um trabalho difícil que consome tempo se não tiver as ferramentas adequadas.

Com a Factorial pode criar o organograma de modo rápido e simples. Verificar quem é o responsável e que departamentos precisam de ajuda ou de uma reestruturação. Além disso, com a Factorial irá ter relatórios que irão ajudar a analisar o estado da empresa, para que o plano de RH seja mais eficaz e eficiente.

Regista-te na Factorial hoje e começa a poupar tempo nas tarefas de RH e usa-a na sua estratégia de RH.

recursos-humanos

This post is also available in: English US Español Svenska Nederlands Italiano Deutsch English UK Português BR

Leave a Comment