Ir para o conteúdo

Como calcular o Full Time Equivalent (FTE) [+ modelo gratuito]

FTE full time equivalent

Qual a capacidade produtiva da sua empresa? Sabe o que é o Full Time equivalent (FTE) e como ele pode ajudá-lo a conhecer melhor as necessidades da organização? Se ainda não sabe o que significa, deveria, pois essa métrica pode ajudá-lo a tomar importantes decisões. Com cálculo do FTE, é possível identificar a necessidade de reestruturação, contratação e redução de pessoal, por exemplo.

O Full Time Equivalent (FTE) ou Equivalente a Tempo Integral (ETI) é um indicador de RH que responde a muitas das questões presentes nos departamentos de Recursos Humanos e que permite, portanto, tomar melhores decisões na gestão do pessoal. Quer saber o que é e como pode te ajudar?

Neste artigo, explicamos como funciona o cálculo do Full Time Equivalent e por que é tão importante conhecer estas métricas.

Definição: O que é o Full Time Equivalent?

O que significa Full Time Equivalent? O Full Time Equivalent também é frequentemente abreviado como FTE ou chamado, em sua tradução literal, de Equivalente a Tempo Integral (ETI) .

Este indicador reflete a capacidade produtiva de um funcionário. Um FTE de 1,0 por exemplo corresponde à jornada de trabalho de um funcionário a tempo inteiro. Consequentemente, o FTE para um trabalhador a tempo parcial que trabalha 20 horas por semana seria de 0,5.

O Equivalente a tempo integral reflete as horas trabalhadas por funcionários de meio período em horas trabalhadas por funcionários de tempo integral.

Esses índices são de grande importância para a gestão estratégica de RH. Porque indicam quanta mão de obra uma empresa possui. Em outras palavras: permite calcular o desempenho real de uma equipa de trabalho, de um departamento específico ou de toda a organização.

Veja a seguir um exemplo prático.

calcular FTE

Exemplo prático: Entenda o FTE

Para perceber melhor com o funciona e para que serve o FTE, veja o exemplo a seguir:

10 pessoas trabalham em uma empresa. Cinco deles trabalham em tempo integral (40 horas semanais), três em regime de meio período com 20 horas semanais cada e os outros dois trabalham 10 horas semanais cada. O valor FTE ou FTE neste caso é 7,0.

Entenda o exemplo:

Uma posição de tempo integral corresponde a um FTE de 1,0. Consequentemente, 5 posições de tempo integral resultam em um FTE de 5,0.

Uma posição a tempo parcial (20 horas) corresponde a um FTE de 0,5. Com três cargos de meio período, isso resulta em um valor de 1,5.

10 horas por semana correspondem a um FTE de 0,25. Com dois dígitos de 10 horas, isso resulta em um valor FTE de 0,5.

Como pode ver, o cálculo do FTE  permite saber quantos trabalhadores a tempo inteiro a empresa realmente possui, considerando também os trabalhadores a tempo parcial. Para isso, os funcionários de meio período são “convertidos” no desempenho de um funcionário de tempo integral.

Qual é o propósito de calcular o Full Time Equivalent?

A conversão de empregados de meio período em empregados de tempo integral fornece informações sobre a produtividade dos funcionários da empresa, seja por equipa ou departamento. Isso tem uma série de vantagens:

  • Análise de desempenho: As empresas passam a conhecer o desempenho real do trabalho de seus funcionários. Mais importante que saber o número de funcionários em uma empresa, é perceber qual o desempenho geral.
  • Ajuda na gestão de Recursos Humanos: Com o valor calculado, importantes decisões de RH  podem ser feitas. Para o departamento de RH, o Full Time Equivalent é, portanto, particularmente importante para o planeamento da gestão de pessoas. Desta forma, as mudanças mais urgentes nas equipas e tendências no mercado de trabalho podem ser melhor avaliadas.
  • Fica mais fácil planear novos projetos: Funcionários com diferentes tipos de contrato de trabalho podem ser atribuídos a projetos com mais facilidade, pois o desempenho de um funcionário pode ser melhor calculado – não importa quantas horas ele trabalhe por semana.
  • Respeito à legislação: O FTE determina quais leis trabalhistas se aplicam em uma empresa.
  • Comparação precisa: As capacidades produtivas de diferentes empresas e departamentos podem ser comparadas mais facilmente com o FTE. Isso porque se comparar apenas o número de funcionários, os resultados são muito imprecisos.

produtividade funcionarios

Como calcular o Full Time Equivalent? Passo a passo

O FTE pode ser calculado rapidamente em quatro etapas simples.

Tendo como base um FTE de 1,0, calculamos com 2.080 horas de trabalho por ano. Isso não inclui férias, feriados e dias de ausência. Este valor é usado apenas como base para o cálculo do FTE anual e reflete as horas de trabalho para uma semana de 5 dias com 8 horas por dia.

Fórmula Full Time Equivalent

É possível calcular o Full Time Equivalent usando a seguinte fórmula simples:

(Número total de horas de todos os funcionários de meio período + número total de horas de todos os funcionários de tempo integral) / período para o cálculo (2080 para o FTE anual, 173,33 para o FTE mensal ou 8 para o FTE diário) = FTE final
Dividido em várias etapas claras, a conta fica assim:

Passo 1

Em primeiro lugar, é preciso determinar o número de horas trabalhadas por funcionários de meio período.

Fórmula:

Funcionários de meio período x número total de horas por semana x número de semanas (que um funcionário trabalhou) = total de horas trabalhadas em um período
Exemplo:

5 funcionários de meio período trabalham 25 horas por semana durante 30 semanas.

2 funcionários de meio período trabalham 10 horas por semana durante 25 semanas.

Conta:

5 x 25 x 30 = 3750 horas

2 x 10 x 25 = 500 horas

Para obter o número total de horas trabalhadas por todos os trabalhadores de meio período, some os dois resultados:

3750 + 500 = 4250 horas de meio período

Passo 2

Agora determine o número de horas de trabalho para os funcionários de tempo integral em um determinado período. Funcionários de tempo integral são aqueles que trabalham no mínimo 30 e no máximo 40 horas por semana e mais de 120 dias por ano.

Fórmula:

Funcionários em tempo integral x horas de trabalho por semana (40) x 52 semanas por ano = total de horas de trabalho de funcionários em tempo integral por ano
Exemplo:

7 funcionários em tempo integral trabalham 40 horas por semana

Conta:

7 x 40 x 52 = 14.560 horas em tempo integral

Passo 3

Agora some o total de horas de funcionários de tempo integral com o de funcionários de meio período para obter o número total de horas de todos os funcionários.

Fórmula:

Total de horas de funcionários em tempo integral + total de horas de funcionários em meio período = total de horas trabalhadas por todos os funcionários por ano
Conta:

4250 (tempo parcial) + 14.560 (tempo integral) = 18.810 horas totais

Passo 4

Na última etapa, basta dividir o número total de horas de funcionários de tempo integral e funcionários de meio período (em nosso exemplo 410 horas) pelo número de horas regulares de tempo integral (em nosso exemplo 2.080 horas por ano ou 40 horas x 52 semanas) para dar FTE para um determinado período de tempo.

Fórmula:

Número total de horas de todos os funcionários / 2080 = FTE
Conta:

18.810 (número total de horas) / 2.080 = 9,04 FTE

Para obter o Full Time Equivalent a um mês, divida o número total de horas por 173,33 (2.080 horas / 12 meses).

Por exemplo, se o número total de horas do mês de março fosse 2.800, a conta teria a seguinte aparência:

2.800 (número total de horas) / 173,33 = 16,15 FTE (FTE)

Para encontrar o equivalente a um dia em tempo integral, divida o número total de horas por 8.

Por exemplo, se o número total de horas fosse 75, o cálculo ficaria assim:

75 (número total de horas) / 8 = 9,38 FTE (FTE)

O resultado é o Full Time Equivalent a 9,04. Com 14 funcionários, sendo 7 em tempo integral e 7 em meio período, a capacidade de pessoal é de 9,04 funcionários em tempo integral por ano.

✔️ Calcule o Full Time Equivalent com o Excel: Download grátis

Se quiser poupar tempo e preferir usar um template do Excel para o cálculo do FTE, disponibilizamos abaixo um modelo gratuito em Excel para fazer essa cálculo.

Descarregue aqui o modelo em Excel para cálculo do FTE 👇 

descarregar calculadora fte

Basta indicar quantos funcionários trabalham na sua empresa, quantas horas por semana e por quanto tempo. Nosso modelo calcula o Full Time Equivalent diretamente para si.

Quer automatizar esse processo e tomar decisões com base em relatórios completos e dados reais? Então a Factorial é a solução certa para a sua empresa.

Otimize e automatize seus processos de RH com a Factorial. Registe-se grátis e teste grátis por 14 dias!

Este artigo também está disponível em: English US, Deutsch, Brasil, English UK

Bruna Carnevale é Content Manager da Factorial para os mercados do Brasil e Portugal. Com uma formação diversa em comunicação e línguas, se diz cada vez mais apaixonada pela área de RH e acredita que o acesso à informação de qualidade pode ajudar tornar a gestão de pessoas cada vez mais humanizada e eficiente.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

Recursos semanais para profissionais de RH.

Inscreva-se em nosso boletim semanal e receba as últimas tendências, dicas e recursos para os profissionais de RH.

Ao subscrever, está a aceitar o processamento dos seus dados para receber as informações solicitadas. Política de Privacidade