Ir para o conteúdo
motivacao no trabalho

Como incentivar e medir a Motivação no trabalho [+ teste grátis]

A motivação no trabalho é um fator chave para a produtividade e desempenho dos funcionários e, consequentemente, para o crescimento das empresas. Este é um elemento frequentemente negligenciado nas organizações e que afeta diretamente a saúde e o bem-estar dos colaboradores.

Saber como está o clima organizacional e como se sentem nossos colaboradores é fundamental para podermos trabalhar em políticas que vão desde a comunicação interna até a flexibilização da remuneração. Avaliar qual o nível de motivação das equipas no trabalho é possível a partir da medição de alguns aspetos que ajudam-nos a perceber o que é preciso mudar e como estimular os colaboradores.

O que é motivação no trabalho?

Por definição, a motivação no trabalho é simplesmente a sensação de bem – estar ou realização que é obtida após ter concluído uma tarefa ou alcançado um objetivo. Poderíamos dizer que é algo como uma “recompensa emocional” que se obtém ao atingir um objetivo, neste caso, relacionado ao trabalho.

Do lado empresarial, o papel na motivação no trabalho é justamente ser capaz de gerar um ambiente em que esse sentimento esteja presente nos colaboradores, fazendo com que envolvam-se com a empresa e desenvolvam a sua carreira profissional com tranquilidade.

A motivação no trabalho (assim como a desmotivação) tem como principal característica ser contagiosa, extremamente contagiosa. Um colaborador desmotivado trabalhará em um ritmo mais lento, com relutância, e trará menos resultados.

teste de motivacao no trabalho

Benefícios de investir na motivação dos colaboradores

Manter e melhorar a motivação dos funcionários costuma ser um desafio real e até mesmo um problema (um grande problema) para as empresas. Na verdade, quanto maior o número de colaboradores e responsabilidades, mais difícil é manter os níveis ideais de motivação.

Isso pode ser porque, como há mais funções, há, portanto, mais áreas, que podem usar perfis profissionais cujos interesses podem não ser partilhados. Dessa forma, as empresas devem trabalhar para encontrar maneiras de manter os níveis de motivação de seus funcionários.

Alguns dos benefícios de manter altos níveis de motivação no trabalho se traduzem em:

  • Taxas de produtividade mais elevados.
  • Níveis mais baixos de absenteísmo.
  • Diminuição na de rotatividade de pessoal.
  • Ótima reputação e contratações mais fortes.
  • Melhor employer branding e employee experience.

Como funciona a motivação no trabalho?

Em linhas gerais, a motivação em geral (e isso não exclui o ambiente de trabalho) pode ser entendida como um “circuito de satisfação”. Segundo a autora Beatríz Valderrama em seu livro Motivação Inteligente, o impulso para atingir seus objetivos, existe uma necessidade inata nas pessoas de atingir os objetivos, que é retroalimentada a partir da perceção de confiança para poder alcançá-los.

A repetição de ações voltadas para o alcance de metas se traduz na criação de hábitos e aprendizados que reforçam esse estímulo e, consequentemente, levam a uma maior satisfação no que se conhece como “círculo virtuoso”.

Em sentido contrário, quando não existe recompensa pelo esforço despendido na obtenção de uma realização (subjetiva ou objetiva), o que se gera em vez de satisfação é a frustração. E esse também é um sentimento altamente contagioso que prejudica o desempenho laboral dos trabalhadores e das equipas.

Motivação intrínseca e extrínseca

Tanto na vida pessoal quanto profissional, quando nos referimos à motivação, devemos ter claro que esta é “uma rua que tem dois sentidos”. Por um lado, há motivação intrínseca e, por outro, motivação extrínseca.

O primeiro conceito está relacionado ao aspeto interno, ou seja, a jurisdição interna de cada pessoa, seus interesses, objetivos, medos e suas próprias ambições. Em sentido oposto, o segundo conceito está naturalmente associado a estímulos vindos de fora, como pressão social, trato com colegas e superiores, contexto geral, etc.

Do ponto de vista das empresas, naturalmente só podemos funcionar como impulsionadores da motivação extrínseca, oferecendo recompensas e estímulos que ajudem, a curto e médio prazo, a “alimentar” a motivação interior.

medir desempenho no trabalho

Como medir a motivação no trabalho?

A melhor forma de medir a motivação ou qualquer outro aspeto que tenhamos interesse em elucidar na nossa empresa é sempre utilizando KPI’s de recursos humanos. Isso nos permitirá ter uma visão clara e objetiva do que acontece dentro de cada área e com cada colaborador.

No caso da motivação no ambiente de trabalho, na Factorial RH desenvolvemos um teste exclusivo que consiste em 10 questões que podem ser respondidas de forma anônima pelos trabalhadores da sua empresa.

Com indicadores de satisfação claros e precisos, é possível distribuir este template na rede de comunicação interna da sua empresa ou pessoalmente, avaliar as respostas e depois implementar políticas para melhorar ou manter a motivação no ambiente de trabalho.

👉 Descarregue o teste de motivação no trabalho 👈

teste de motivacao no trabalho

Como melhorar a motivação no trabalho?

A melhor forma de melhorar a motivação no trabalho é saber qual é o “estado da arte” da sua empresa, ou seja, testar o ânimo das equipas ou de todo o quadro de funcionários. Levando em consideração que a gestão motivacional nada mais é do que tentar conectar-se com a vontade dos colaboradores, a área de recursos humanos deve ter clareza sobre quais aspetos podem ser resolvidos e quais são mais complexos ou passam despercebidos.

Voltando às noções de motivação intrínseca e extrínseca, podemos dizer que os fatores internos, sobre os quais a empresa tem controlo, são:

  • Dinheiro, salário e bônus.
  • Reconhecimento de desempenho.
  • Tempo livre.
  • Tratamento de qualidade e preferência por tarefas.
  • Promoção e desenvolvimento profissional.
  • Autonomia dentro da empresa.
  • Treinamento.
  • Ações de Team Building durante ou após o trabalho.
  • Modelos organizacionais

15 dicas para melhorar a motivação no trabalho

Ao implementar políticas de recursos humanos em qualquer empresa, não existem receitas mágicas nem técnicas infalíveis. Como acontece nas famílias, “cada empresa é um mundo”, e ninguém além do gestor de RH conhece melhor seus funcionários e a cultura corporativa de sua empresa.

No entanto, existem algumas ideias que não devem ser esquecidas e podem começar a ser implementadas agora mesmo:

  1. Manter comunicação regular para melhorar as relações de trabalho.
  2. Solicitar a opinião e informações dos colaboradores sobre decisões de alto nível.
  3. Atribuir projetos que podem significar melhorias favoráveis ​​para membros da equipa ou funcionários com melhor desempenho.
  4. Conceder um prêmio, certificado ou menção por esse bom desempenho.
  5. Comemorar os aniversários dos funcionários.
  6. Avisar um subordinado quando ele não atender às expectativas.
  7. Dar aumentos salariais a pessoas que demonstrem estar motivadas.
  8. Conceder bônus aos funcionários com base em seu desempenho.
  9. Criar um ambiente de trabalho confortável, funcional e saudável.
  10. Permitir e incentivar as equipas a atingirem objetivos por meio de seus próprios métodos. Dê a eles liberdade.
  11. Promover sessões de coaching e mentoring para os talentos da empresa.
  12. Reconhecer publicamente as pessoas por seus talentos e contribuições..
  13. Implementar programas de saúde ocupacional e bem-estar.
  14. Definir metas de desempenho com os membros da equipa
  15. Implementar exercícios de team building para melhorar a motivação, a colaboração e a comunicação entre os colaboradores.

avaliar desempenho online

3 Técnicas de motivação para o trabalho em teletrabalho

Seja fora do escritório ou dentro de casa, novos desafios surgem em termos de gestão de equipas e interação com elas. Especificamente, a grande desvantagem do teletrabalho é a falta de contacto humano com os demais colaboradores, aspeto fundamental para estreitar laços e conseguir o sentimento de pertença em qualquer organização.

Esse fator emocional e social é fundamental e não deve ser esquecido. Para poder administrá-lo à distância, essas três técnicas serão de grande ajuda:

  • Atividades recreativas online.
    Incentive seus funcionários a se conectarem fora do horário de trabalho em jogos online, webinars, workshops ou simplesmente em conversas que substituem a ida a bares. Isso contribui para criar uma comunidade e fortalecer os laços entre as equipas.
  • Desafios semanais virtuais.
    Eles podem ser laborais, como conectar-se com um certo número de clientes por e-mail ou por telefone. Uma forma de fazer isso é enviar um e-mail no início de cada semana e propor um desafio para que, quando concluído, a pessoa ou as equipas recebam uma recompensa.
  • Horários flexíveis.
    Trabalhar em casa pode ser exaustivo e manter a mesma rotina do escritório pode prejudicar a produtividade. Ofereça aos seus funcionários intervalos ativos e flexibilidade na entrada ou saída do trabalho, desde que respeitem o volume de horas correspondente.

Manter a motivação no trabalho é uma das grandes responsabilidades da área de recursos humanos e embarcar neste caminho pode ser, por vezes, difícil. Mas, como sempre, trará grandes benefícios que podem transformar para melhor a vida dos colaboradores e os resultados da empresa.

Concentre todas as tarefas e processos de gestão da sua área em um software baseado em nuvem. Realize tarefas como controlo de assiduidade, gestão de férias e ausências e processos de recrutamento e onboarding de funcionários em uma mesma plataforma, sem a necessidade de descarregar programas. Foque-se no que realmente importa: o crescimento da sua empresa!

 

✅ Teste o software da Factorial gratuitamente por 14 dias e melhore a gestão de recursos humanos!

This post is also available in: Español Italiano Mexican

Related Posts

Deixe um comentário