Startups em Portugal: Guia rápido para impulsionar o seu negócio

Portugal torna-se cada vez mais um ambiente propício para empreender. Nota-se que nos últimos anos houve um aumento no número de novos empreendimentos e na criação de startups em Portugal, graças aos incentivos do governo e do grande número de investidores no mercado nacional.

O mercado tem alto potencial e há uma grande variedade de apoios ao empreendedorismo e ao desenvolvimento de startups no país, o que torna a ideia de abrir uma startup ainda mais interessante.

No entanto, para criar e desenvolver uma startup em Portugal, é preciso seguir alguns passos. É importante saber detetar oportunidades, conhecer o mercado e investir em recursos que permitam o desenvolvimento e funcionamento do negócio. Para além disso, deve-se estar atento ás leis e incentivos do país para que não tenha problemas futuros.

Por fim, o investimento em tecnologia é essencial para gerir os processos e ter controlo sobre o que está a ser feito, e é importante que as startups estejam atentas aos recursos que podem ajudá-las.

Mas afinal, o que é uma startup? Como começar? O que é importante para acelerar o seu negócio? Como encontrar investidores em Portugal? Respondemos essas e outras questões no Guia a seguir.

Índice

O que é uma Startup?

Uma startup é uma empresa inovadora, com grande potencial de crescimento e com um modelo de negócio escalável e baseado em tecnologia. Dessa forma, ela pode ser replicada e se expandir mais facilmente de acordo com a demanda.

As startups surgem com o objetivo de propor soluções inovadoras e eficientes para resolver problemas encontrados na sociedade. Uma startup pode começar com um orçamento mais baixo e atender um nicho de mercado específico, mas possui um grande potencial de crescimento.

Neste modelo de negócio, não é necessário ter muitos funcionários ou um grande orçamento . A expansão do negócio conta sobretudo com a tecnologia. Com uma estrutura mais simples que as grandes empresas, as startups conseguem reduzir custos e simplificar processos.

Com tanto potencial e capacidade de inovação, as startups acabam por aumentar a competitividade no mercado. Isso faz com que as grandes empresas tenham que inovar e repensar seus processos e modelo de negócio, para não ficarem para trás.

Mas afinal, como abrir uma startup? O que é necessário avaliar e fazer para que seja bem sucedida?

programa de startups factorial

Primeiros passos para abrir uma Startup em Portugal

O incentivo ao empreendedorismo tem sido cada vez mais forte em Portugal. Com um mercado com potencial e muitas projetos de aceleração e financiamento para novos negócios, abrir uma startup no país tem sido a opção de muitos portugueses e estrangeiros nos últimos anos.

No entanto, é muito importante que antes de investir tempo e dinheiro em um novo projeto, o empreendedor adquira conhecimento sobre todo o processo de abrir uma startup, sobretudo sobre as dificuldades que podem surgir no meio do caminho.

Preparar-se é a chave para o sucesso, e para isso separamos algumas dicas que podem ajudá-lo:

1. Conheça o mercado

Perceber se o mercado realmente necessita do produto ou serviço que está a oferecer é essencial. Pesquise sobre a concorrência, veja o que estão a fazer e o que a sua startup pode oferecer como diferencial.

Para além disso, conheça os riscos que podem aparecer pelo caminho e busque soluções para caso tenha que enfrentá-los. Ser otimista é importante, mas ser realista é  essencial.

2. Desenvolva um plano de negócios

Um plano de negócios irá guiar a empresa de diversas formas. Por isso, ao desenvolver um plano de negócios estratégico, é importante passar por todos os aspectos do negócio e incluir as possibilidades de financiamento.
Alguns pontos essenciais em um plano de negócios:

  • Descrição da empresa
  • Missão, visão e valores
  • Plano financeiro
  • Plano de Marketing e Vendas
  • Análise do mercado Consumidor
  • Análise da concorrência
  • Processo operacional

abrir startups em portugal

3. Tenha certeza de que sua Startup tem potencial

Para isso, avalie seu negócio nos seguintes pontos:

  • Replicabilidade: Garanta que seu produto ou serviço pode ser replicado rapidamente e de forma ilimitada, sem alterar as suas características.
  • Inovação: Sua startup oferece uma solução inovadora para o mercado? Traz mais eficiência para os clientes? Como isso é feito? No lugar do cliente, investirias no seu produto ou serviço?
  • Potencial de crescimento: Estude qual o potencial de crescimento da sua startup. Por mais que comece como um pequeno negócio, é sempre importante te ruma visão de onde podem chegar e assim garantir que estão preparados para o sucesso.

4. Conheça as leis locais

Não adianta ter uma ótima empresa se não souber o que é permitido ou não em seu plano de ações. Conhecer as leis é um dos passos mais importantes para que saibas como iniciar a sua empresa e o que pode ou não ser feito.

Isso evita problemas jurídicos no futuro, mas para além disso também mostra todas as oportunidades e benefícios que podes buscar, como incentivos fiscais e apoios do governo. Mas atenção: As leis podem variar de acordo com a região ou país, então esteja atento e atualize-se ao expandir a área de atuação da sua startup.

Como abrir uma startup em Portugal? 

Abrir uma empresa em Portugal é um processo bastante rápido, e esse é um dos motivos para o país ser considerado por tantos empreendedores. Para abrir uma empresa, por exemplo, basta inscrever-se na página Empresa Online e seguir os passos indicados. O processo costuma ser bastante intuitivo e permite a redução da burocracia.

Há também a possibilidade de abrir a empresa pessoalmente, caso queira tratar disso pessoalmente. Nesse caso, é preciso procurar um dos espaços do Empresa na Hora, que ficam nos Espaços Empresa espalhados pelas principais cidades portuguesas.

Como conseguir apoio? 

Conhecer programas de aceleração, opções de financiamento e saber como buscar investidores e incubadoras de empresas é essencial para impulsionar um negócio. Nestas oportunidades, normalmente são oferecidos serviços de consultoria, apoio para o desenvolvimento da empresa, investimento e a oportunidade de networking com outras startups e empreendedores locais.

É importante saber o momento certo para buscar investidores. Em Portugal, existem ótimos centros de incubação e programas de aceleração de startups que oferecem inclusive mentoria e formação e podem conectar as startups com projetos de financiamento e investidores locais.

abrir uma startup portugal

É sempre importante estar atento a tais projetos, pois eles podem ajuda-lo a  avaliar a viabilidade do negócio e indicar melhorias que podem ser feitas. Para além disso, siga estas dicas antes de buscá-los:

  • Tenha um projeto bem estruturado para apresentar na hora certa. Ao encontrar um investidor ou se inscrever em um programa de aceleração, é importante mostrar que tem controlo sobre todas as dimensões do seu negócio e que ele é realmente viável.
  • Apresente sua ideia com paixão, não há melhor maneira de convercer. Se tens confiança em seu projeto, os outros terão também.
  • Esteja sempre atento a novas oportunidades. A todo momento surgem novas iniciativas e oportunidades para startups no país. Procure todas as opções e esteja atento aos requisitos.

Projetos de apoio à startups em Portugal

Separamos alguns projetos e medidas de apoio à startups e novos negócios em Portugal, confira a seguir:

  • Empowered Startups: A Empowered startup é uma consultoria que oferece um programa de aceleração para startups em Portugal. Tem como objetivo desenvolver e incentivar o desenvolvimento de startups inovadoras em Portugal.
  • Startup Voucher:  O Startup Voucher é uma das iniciativas da StartUP Portugal que incentiva e apoia o desenvolvimento de projetos empresariais através de diversos instrumentos de apoio disponibilizados ao longo de um período de até 12 meses.
    Esta medida contempla ideias de jovens com idade entre os 18 e os 35 anos. A submissão de candidaturas ao StartUP Voucher é efetuada exclusivamente através da plataforma digital disponível no site do IAPMEI.
  • Vale de Incubação: Outra medida divulgada pelo Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI) é o Vale de Incubação, medida que tem como objetivo conceder apoios a projetos de empresas com menos de um ano na área do empreendedorismo, através da contratação de serviços de incubação.
  • Programa Semente: Segundo a Rede Nacional de Incubadoras (RNI), o Programa Semente  visa apoiar investidores individuais que estejam interessados em entrar no capital social de startups inovadoras. O programa ajuda a criar um regime fiscal mais favorável para as startups em Portugal e favorece a criação e crescimento de projetos empresariais de empreendedorismo e inovação.
  • Portugal Ventures: Trata-se de uma capital de risco que investe em startups com ambição global. Oferecem acesso a uma Rede de contactos com Investidores e Parceiros estratégicos e auxilia no financiamento e desenvolvimento de empreendimentos.

Inovação corporativa: Porque digitalizar uma startup?

Além de otimizar o trabalho de todos, implementar soluções tecnológicas nas empresas facilita também o dia a dia dos gestores e colaboradores, que acabam por ter algumas tarefas diárias simplificadas e percebem uma maior integração com suas equipas e com a empresa.

Nas startups, contar com a tecnologia é ainda mais importante. Muitas vezes este modelo de negócio conta com poucos funcionários e não possui departamentos responsáveis por cada área. Por isso, automatizar certos processos pode ajudar imensamente as pessoas que são responsáveis por eles e pode inclusive evitar problemas futuros para a empresa.

Quer saber porque é importante buscar por softwares e programas que digitalizem os processos da sua empresa e quais são as possibilidades? Confira abaixo:

1. Simplificar a Gestão de pessoas

Ainda que a sua startup tenha apenas alguns funcionários, é importante ter o controlo do dia a dia deles e avaliar se estão sendo produtivos. Para além disso, a empresa precisa estar de acordo com as leis do Código de Trabalho no que diz respeito aos direitos dos colaboradores.

Por isso, ter um software que automatize o controlo de assiduidade, a gestão de ausências e férias e as baixas médicas, por exemplo, pode ser uma grande ajuda. No dia a dia, o que uma startup não quer é ter que perder tempo com tarefas burocráticas e repetitivas.

startups tecnologia

2. Automatizar a Gestão Documental

Um dos maiores problemas das empresas em geral é organizar e partilhar documentos da empresa e dos colaboradores de forma eficiente e prática. Para as startups, não é diferente. Manter a organização dos documentos da empresa é essencial para que tenha controlo do negócio.

Automatizar a gestão de documentos é importante e evita erros manuais e problemas jurídicos, por exemplo.

Para além disso, contar com um programa que ofereça a possibilidade de partilhar documentos e assiná-los online otimiza também todos o processos de contratação e pagamento de funcionários.

3. Controlar resultados

Especialmente em uma fase de expansão, toda empresa deve controlar frequentemente seus resultados internos e externos. Para isso, contar com sistemas que geram relatórios a partir dos dados da empresa é um método eficaz para garantir que a sua empresa está a aproveitar ao máximo os seus recursos e identificar onde ainda é possível melhorar.

4. Segurança e proteção de dados

Com tantos dados importantes, avalie as opções mais seguras para a sua empresa. Escolha programas que garantem a segurança e proteção de dados e que contem com um sistema de encriptação.

Qual é o software ideal?

Em resumo, existem diversos tipos de softwares de RH que podem ajudá-lo a automatizar muitas tarefas repetitivas do dia a dia e a organizar toda a documentação dos colaboradores da sua startup.

Um desses softwares é o software de RH da Factorial, que permite que a empresa não tenha preocupações com tarefas do dia a dia como controlo de assiduidade, gestão de férias e ausências e gestão documental.  Com a automação dos processos de RH, não é preciso perder tempo com tarefas repetitivas e podes automatizar grande parte dos processos da sua startup. Assim, tens mais tempo para focar no desenvolvimento do  seu negócio.

Sabemos que o orçamento não é muito grande, e por isso desenvolvemos um Programa para Startups acessível e funcional para as startups de Portugal.

Programa de Startups da Factorial: A oportunidade de digitalizar sua startup sem gastar muito

Trabalhas em uma startup? Está a começar seu negócio?

Acabamos de lançar nosso Programa de Startups para que as startups fundadas há menos de 5 anos acesso ao nosso software sem precisar de um grande investimento. É uma oportunidade única de digitalizar sua startup por um valor totalmente acessível.

A Factorial oferece 90% de desconto por 1 ano no software de RH para que sua startup automatize as tarefas do dia a dia

A ferramenta permite o controlo das ausências, a elaboração dos turnos dos trabalhadores, gestão de documentos e tem, ainda, um relógio de ponto digital, além de outras funcionalidades.

Queremos incentivar o crescimento de nossos parceiros e criar uma grande comunidade de startups em Portugal.

Confira aqui os recursos disponíveis e obtenha 90% de desconto com o Programa de Startups da Factorial 

Leave a Comment