Ir para o conteúdo

Trabalho híbrido: o que é, vantagens e desvantagens

trabalho-hibrido

Os constantes desafios com a pandemia do Covid-19, obrigaram as empresas a se adaptarem a diferentes formas de trabalho, nomeadamente, o trabalho híbrido. Agora que a sociedade regressa à normalidade e as empresas voltam a receber os seus colaboradores nos escritórios, 

As vantagens do trabalho híbrido continua a ser tendência, chocando com a necessidade efetiva de regresso aos locais físicos de trabalho.

Passar mais tempo em casa durante a pandemia gerou uma mudança de paradigma na forma como as empresas trabalham, especialmente aquelas que trabalham essencialmente no digital, e também na forma como as pessoas percecionam o trabalho.

O conceito de espaço físico começou a ser questionado e geraram-se oportunidades para uma mudança substancial na forma como as empresas encaram o trabalho e medem a produtividade dos seus colaboradores. Certamente, nada voltará a ser como antes.

Neste artigo, iremos explorar qual a definição de trabalho híbrido, as suas vantagens e desvantagens e ainda os principais aspetos aos quais as empresas devem prestar atenção se pretendem implementar um regime híbrido na sua organização. Continue a ler!

Tabela de conteúdos:

trabalho remoto

O que é o trabalho híbrido?

O regime de trabalho híbrido combina as duas principais modalidades de trabalho: 100% remoto e 100% presencial.

Num regime híbrido, um trabalhador não precisa de estar presente no escritório todos os dias, podendo trabalhar a partir de casa, ou de outro local de trabalho, durante parte da semana ou do mês.

Este regime pode ser adotado de duas formas principais: pode ser a empresa a determinar os dias em que os colaboradores ficam em casa ou pode ser o colaborador a tomar essa decisão. Dependendo da empresa, a decisão acerca do número de dias por semana, ou por mês, em que o trabalho remoto pode ser adotado também poderá estar a cargo da entidade empregadora ou do próprio colaborador. Todos estes fatores irão depender de situação para situação, e das necessidades que cada cargo ou empresa tem.

📚 [Entrevista] Gonçalo Hall : O futuro do Trabalho Remoto

O que dizem as estatísticas sobre o regime híbrido?

O regime híbrido parece ser a solução perfeita para o equilíbrio ideal que deve existir entre trabalho e vida pessoal. Mas o que acham as pessoas sobre isto? E as empresas? Vamos descobrir.

Trabalho híbrido é a preferência da maioria dos trabalhadores

Segundo um relatório divulgado pela Accenture, citado pela Apollo Technical, 83% dos trabalhadores preferem o trabalho híbrido.

Este relatório é corroborado por um inquérito levado a cabo pela Universidade de Stanford, que concluiu que 55% dos trabalhadores querem combinar o trabalho remoto com o trabalho presencial. Ainda neste estudo, apenas 20% dos inquiridos querem trabalhar a tempo inteiro no escritório.

Geração Z quer passar tempo no escritório

Ainda segundo o estudo feito pela Accenture, a Geração Z é que mais procura trabalho presencial. Mais de 74% dos inquiridos que se encaixam na Geração Z preferem interagir com os colegas cara-a-cara, seguidos dos Baby Boomers (68%) e Geração X (66%).

Empresas também mostram abertura ao regime híbrido

Segundo um inquérito levado a cabo pela entidade Salary.com, 51% dos empregadores mostram abertura à possibilidade do regime híbrido, com apenas 5% a considerar a hipótese de uma modalidade de trabalho 100% remota.

Olhando para todas as estatísticas apresentadas, torna-se ainda mais claro que o trabalho híbrido reúne vários adeptos. Mas quais são, efetivamente, as vantagens e desvantagens desta modalidade de trabalho?

Vantagens do Trabalho Híbrido

Depois de percebermos o que é o trabalho híbrido e algumas estatísticas sobre preferências dos colaboradores, importa agora perceber os seus benefícios.

1) Maior equilíbrio entre trabalho e vida pessoal

O regime híbrido dá aos trabalhadores um maior equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal, e é fácil de perceber o porquê.

Menos tempo passado no trânsito ou em transportes públicos, mais tempo para fazer as tarefas domésticas. Ou a possibilidade de fazer pausas mais calmas e produtivas, entre outras vantagens.

Sabemos que o equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal é essencial para garantir mais produtividade no trabalho. E o regime híbrido é o sistema ideal para garantir que essa produtividade seja atingida.

📚 [Entrevista] Produtividade e desenvolvimento pessoal com Fred Canto e Castro

regime-hibrido-escritorio

2) Menos custos para a empresa

Custos como água, luz, comida, Wi-Fi e materiais de escritório acabam por pesar no orçamento de uma empresa. Com um regime de trabalho híbrido, estes custos podem ser diminuídos e o dinheiro alocado de forma estratégica em outras áreas. Tal como a formação dos colaboradores ou novos softwares para melhorar processos internos.

📚 [Template] Plano de Desenvolvimento Individual (descarregue grátis!)

3) Maior otimização do tempo

Com deslocações entre casa e local de trabalho a serem eliminadas, isso permite que os colaboradores otimizem melhor o seu tempo. Também, ao terem a oportunidade de trabalhar em casa, num local familiar e sem distrações, os colaboradores acabam por otimizar o seu tempo.

Falamos de produtividade: as pessoas conseguem produzir mais, em menos tempo.

📚 [Artigo] 12 técnicas para avaliar e aumentar a produtividade no trabalho

4) Maior satisfação dos colaboradores

Como podemos concluir das estatísticas referidas acima, o regime de trabalho híbrido é, neste momento, o preferido dos trabalhadores.

Ao terem a oportunidade de trabalhar a partir de casa, estes irão sentir que a empresa confia neles para executarem o seu trabalho de forma correta. Mesmo não estando presencialmente no escritório, permanecendo no seu cargo durante mais tempo.

Isto irá trazer, a longo prazo, mais estabilidade para a empresa, maiores níveis de produtividade e melhores resultados no negócio.

Desvantagens do Trabalho Híbrido

E como em tudo, não encontramos só vantagens e benefícios numa forma de trabalhar. Conheçamos, agora, algumas desvantagens do trabalho híbrido.

1) Necessidade de maior segurança nos dados internos

Num modelo de trabalho híbrido, os colaboradores acabam por necessitar de transportar consigo todo o material de escritório necessário para a execução do seu trabalho.

Isto inclui, quase sempre, o computador, o que pode representar um problema de segurança, pelo facto de o computador estar sujeito a redes externas. Isto leva a um aumento do risco de ataques informáticos e possível roubo de dados confidenciais.

No entanto, este problema pode ser colmatado com um software de segurança preparado para este tipo de situações.

2) Falta de comunicação interna

Trabalhar a partir de casa pode fomentar a falta de comunicação entre membros de equipas de trabalho. Isto está associado ao facto das comunicações precisarem de ser feitas por via de e-mails, mensagens ou telefonemas.

Felizmente, e com o grande desenvolvimento das tecnologias de comunicação à distância, já existem ferramentas que permitem colmatar um pouco essa possível falta de comunicação interna. Podemos dar como exemplos o Teams, Zoom, Slack, Skype, entre outras.

Há ainda outras plataformas que permitem melhorar a comunicação interna global das empresas, permitindo a publicação de eventos e comunicados. Isto, numa plataforma partilhada por toda a empresa. Além disso, todos os colaboradores poderão aceder a documentos e ao organograma, que não ficarão perdidos entre emails e plataformas diversas.

📊 [Template] Plano de comunicação interna (descarregar grátis!)

3) Interações mais impessoais

As interações entre colegas de trabalho fazem parte de um ambiente empresarial saudável e feliz e devem ser incentivadas. Com o regime híbrido, estas interações tendem a diminuir, podendo gerar-se um ambiente mais impessoal nas equipas de trabalho.

Uma boa forma de evitar que isto aconteça é incentivar que os trabalhadores continuem a contactar entre si, mesmo que à distância. Seja para falarem de assuntos de trabalho, seja para criar uma melhor comunidade e cultura organizacional.

Organizar eventos online pode ser uma boa forma de manter as relações entre membros da equipa mais próximas.

📚 [Artigo] 6 exemplos de atividades de team building online

Como deve ser implementado o trabalho híbrido?

Apesar de o contrato de trabalho híbrido ainda não ter um enquadramento legal no Código do Trabalho, ao contrário do teletrabalho, existem já muitas empresas em Portugal que estão a implementá-lo. Ou que pensam em implementá-lo no futuro.

No entanto, existem algumas questões às quais as empresas devem estar atentas. Caso queiram garantir que as suas equipas se mantêm organizadas, motivadas e produtivas, mesmo estando a trabalhar de casa.

Fornecer ferramentas de organização e comunicação

Com equipas a trabalhar à distância, torna-se ainda mais importante garantir que existem ferramentas de organização e comunicação suficientes. Tanto para garantir o decorrer do trabalho sem percalços, como para ter tudo centralizado.

Estas ferramentas podem incluir software de troca de mensagens, drives partilhadas para o acesso a ficheiros importantes. Ou calendários para a marcação de reuniões quando necessário. Manter a equipa conectada, mesmo a partir de casa, é meio caminho andado para o sucesso do regime híbrido.

Garantir o material adequado para os colaboradores

Para que possam executar as suas tarefas diárias com maior qualidade, é necessário que os colaboradores tenham acesso a materiais adequados, quer estejam em casa ou no escritório. O ideal será fornecer equipamentos que possam ser facilmente transportados entre casa e o escritório, para que as deslocações não se tornem demasiado complicadas.

Para além do equipamento necessário, as empresas poderão também investir no espaço de trabalho em casa dos seus colaboradores. Ajudar com as despesas de luz e internet, que acabam por aumentar com o regime híbrido.

Ou até dar a cada um dos colaboradores uma quantia estipulada, que pode ser usada para tornar o seu espaço de trabalho em casa mais confortável.

No início de 2022 entraram em vigor novas medidas e regras laborais que cobrem este assunto. Consulte o nosso artigo com toda a informação disponível e atualizada 👇

[Artigo 📚] Alterações laborais em 2022: O que muda no teletrabalho

Promover momentos de convívio em equipa

Como fazê-lo? De forma a colmatar o problema da falta de comunicação e das relações mais impessoais que podem advir do regime de trabalho híbrido, as empresas poderão implementar momentos de convívio à distância.

Almoços, workshops ou até chamadas marcadas só para a troca de impressão são ótimas formas de fomentar a comunicação, e altamente fáceis de implementar.

Atender à saúde mental dos colaboradores

Apesar de o regime híbrido ter imensos benefícios para o equilíbrio entre a vida pessoal e o trabalho, pode também aumentar o isolamento e a falta de relacionamento entre as pessoas. Assim, é importante que as empresas que implementem o regime híbrido se mantenham atentas à saúde mental dos seus colaboradores.

Tudo isto para garantir que as pessoas estão a aproveitar os benefícios deste regime de trabalho, ao invés de poderem estar a sofrer com ele. Nem todas as pessoas trabalham da mesma forma, e é importante ter isso em conta.

inteligencia emocional

Utilizar um software para ajudar no trabalho híbrido

Gerir uma equipa presencialmente já é um desafio em si mesmo. Mas fazer a gestão dessa mesma equipa parcialmente à distância pode ser ainda mais desafiante. Tanto para os líderes das equipas como para os departamentos de recursos humanos.

Para ajudar nessa gestão, as empresas poderão implementar um software de gestão de recursos humanos. Recomendamos o software da Factorial, que ajuda as empresas a reunir todos os processos de gestão num só lugar.

Factorial, um aliado essencial na implementação do trabalho híbrido

Se está a pensar implementar o regime de trabalho híbrido na sua empresa, ou até se já o implementou, está a ter dificuldade em manter a gestão dos seus colaboradores organizada? Saiba como a Factorial o pode ajudar a tornar o processo mais simples e prático.

Com o software da Factorial, poderá:

  • Ver um calendário da equipa, para perceber quem está ausente, no escritório ou em teletrabalho. Uma forma simples e intuitiva de gerir as presenças de cada um dos colaboradores, sem a necessidade de verificar um a um.
  • Enviar e assinar documentos online. Não precisa de esperar que um colaborador regresse ao escritório para assinar um documento importante. Faça-o à distância, com a mesma segurança e legitimidade do método presencial!
  • Gerir as horas de trabalho dos colaboradores.
  • Gerir as férias, ausências ou baixas médicas de todos os funcionários.

Apesar do contrato de trabalho híbrido incluir atividade presencial, o que possibilita fazer muitas destas coisas pessoalmente, utilizar o software da Factorial dá-lhe uma maior liberdade de gestão. Desta forma, não está dependente das presenças dos funcionários para tratar de assuntos que possam ser mais urgentes.

✅  Teste o software de forma grátis durante 14 dias e comprove por si mesmo a mais-valia na gestão do trabalho híbrido da sua equipa!

Postagens relacionadas

Tem alguma dúvida ou sugestão? Partilhe-as na Comunidade de RH!

Esta é uma comunidade feita por si e para todos os profissionais de RH!