Valores de uma empresa: O que são e como trabalhá-los

Vivemos num mundo de constantes mudanças, em que os valores de uma empresa voltam, sem dúvida, a estar no centro de todas as decisões, como resposta e adaptação a este ambiente incerto. Uma organização é, de certa forma, um organismo vivo que existe por uma razão e se relaciona com diferentes públicos de uma certa maneira. Este é o ponto de partida para compreender a importância de termos valores sólidos que garantam a missão e sustentem a visão, sempre em busca da coerência entre ser e fazer .

Hoje é comum ver que quase todas as empresas declaram seus valores em seus sites, mas isso não basta se pararmos para analisar os diferentes níveis em que atuam e o peso que têm ou deveriam ter no dia a dia. Devemos evitar cair no esquecimento de trabalhar os valores em todos os momentos. Assim, conseguimos fortalecer a cultura interna e gerar equipas felizes e produtivas.

A própria complexidade de um negócio e a busca de objetivos económicos podem fazer com que os valores sejam negligenciados, ou que fiquem estáticos e não se adaptem com o tempo. Para isso, é interessante entender o seguinte: as empresas sempre promovem valores. E é que não se trata de comunicar ou não, o simples facto de existir, decidir e agir contém um valor simbólico para os colaboradores, clientes e todas as pessoas que com ele entram em contacto.

Neste artigo abordaremos a questão dos valores. Antes, iremos ajudá-lo a perceber os valores mais mais importantes e como podemos trabalhá-los internamente para garantir que sejam apropriados, compreendidos e colocados em prática.

software rh

Quais são os valores de uma empresa?

Existem muitas maneiras de se referir aos valores de uma empresa. Há quem fale em valores corporativos, filosofia empresarial, ou mesmo se refira a “pilares” dentro do conceito do que é a cultura interna.

Para defini-los de forma simples, podemos dizer que são o conjunto de princípios éticos e profissionais que as empresas identificam como seus e que regem todas as ações e comportamentos que têm com seus públicos interno e externo .

São uma espécie de preceitos orientadores que permitem separar o que é bom e aceitável do que não é. Representam um compromisso para cada um dos membros da organização e caracterizam-se por serem duradouros e transversais, para que cada um dos departamentos e unidades de negócio sintam-se identificados com eles.

Ao defini-los, múltiplos fatores entram em jogo e, embora geralmente os encontremos em um manual, documento interno ou site, um compromisso sem suporte na realidade torna-se uma mera declaração. Todos os membros devem conhecê-los e praticá-los para serem representativos. Cada ação e conceção, deve refleti-los, pois são parte fundamental da identidade de qualquer empresa.

Inicialmente, irão coincidir com a vontade de quem dirige a empresa, mas acabarão por ser definidas com a mesma atividade e evolução do ambiente, as competências potenciais e expectativas futuras que possam ter.

Por que os valores de uma empresa são importantes?

É impossível para uma empresa não ter valores. Tudo o que se faz ou deixa de fazer refletirá uma série de valores. O interessante é poder captar esta realidade e transformá-la. Perceber o “valor dos valores” para que a imagem projetada coincida com a que vai ser comunicada e ter a certeza de que todos compreendemos o porquê do nosso trabalho.

Nesse sentido, podemos afirmar que a importância dos valores está na capacidade de:

  • Orientar as pessoas para atingirem seus objetivos pessoais e empresariais.
  • Fortalecer a cultura interna.
  • Atingir o comprometimento das pessoas que interagem com a empresa (incluindo funcionários e clientes).
  • Construir credibilidade e confiança.
  • Perceber o caminho que a empresa percorrerá no tempo.
  • Ser o “juiz” de todas as ações realizadas.
  • Promover a união e coerência interna de todas as equipas.

Os valores de uma empresa e sua diferença com a missão e visão

A missão empresarial

A missão de uma empresa pode ser definida simplesmente como a razão de ser, a razão pela qual foi criada. É um conceito que nos coloca no presente e traça um caminho que irá em busca de sua visão.

Algumas das perguntas que respondem à missão são:

  • Por que sua empresa existe?
  • Quais bens (produto ou serviço) oferece?
  • Que benefícios eles trazem?
  • Qual é a sua proposta de valor ou diferencial competitivo?

A visão do negócio

A visão convida a um olhar de longo prazo, pode-se até dizer que é aspiracional . É para onde a empresa irá, ou pelo menos o que ela buscará se tornar. Será o guia que dará sentido às múltiplas ações e decisões tomadas ao longo do tempo.

Algumas das perguntas que respondem à visão são:

  • O que quer que sua empresa se torne?
  • Onde vê sua empresa projetada no tempo?
  • O que quer alcançar?
  • Como quer que as pessoas lembrem-se da sua empresa?

Os valores de uma empresa

Os valores, nesta tríade, representarão os critérios básicos (no sentido de “fundadores”). São uma parte vital da personalidade da organização e passam a ser os princípios que permitem julgar a moralidade de tudo o que é feito na busca dos objetivos.

Algumas das perguntas que respondem aos valores são:

  • Em que acredita, como empresa?
  • Se sua empresa fosse uma pessoa, como a definiria?
  • O que é mais importante no dia a dia?
  • Quais comportamentos definiria como bons e quais reprovaria?

valores de uma empresa

Pequeno dicionário de valores empresariais

Os valores empresariais são numerosos e, certamente, diferem ou têm pesos diferentes de acordo com o sector, antiguidade, missão ou visão das organizações. Aqueles valores que foram necessários para garantir a estabilidade e continuidade na década passada provavelmente não são os mesmos esperados de uma empresa hoje.

Mesmo assim, reunimos um pequeno dicionário de valores para perceber aqueles que ainda são válidos e os novos que são orgulhosamente comunicados pelas empresas mais jovens que lideram a mudança:

Paixão

É motivação, querer fazer o que se faz e, acima de tudo, trabalhar ativamente em busca da melhoria em cada tarefa que realiza. A paixão é a força vital de todos os negócios e ajuda a manter a visão nos momentos mais difíceis.

Excelência

Há quem diga que é das mais utópicas. Querer a excelência em tudo o que se faz é buscar a melhoria contínua dos serviços, produtos, estruturas internas, respostas e rentabilidade. Incentiva a mudança e a não mais se contentar com apenas um trabalho “bem feito”.

Honestidade

Um valor que possui muitas interpretações. Ser honesto significa ser honesto no trato com o cliente, nas informações que damos sobre um produto, na forma como os funcionários são geridos, na comunicação interna e externa, na forma como reagimos a um problema.

É uma aposta na sinceridade, mesmo sabendo que nem sempre será uma boa notícia, mas que é melhor falar a verdade do que escondê-la.

Resolução

É o valor de qualquer empresa que mostra uma atitude ativa e sabe responder à multiplicidade de situações que podem surgir. Não refere-se apenas a problemas, mas a garantir que as coisas sejam executadas em tempo hábil para cumprir dois outros valores: qualidade e comprometimento.

Comprometimento

É um valor que vai muito além do cumprimento das tarefas que devem ser realizadas. Trata-se de ter em mente o motivo de cada ação e seu impacto nas pessoas. Possui um caráter que o identifica como um valor superior diante das adversidades.

Qualidade

Um dos valores com mais significados dependendo de onde entra em ação. Qualidade nos processos significa que produtos e serviços buscam ser os melhores possíveis. Para os colaboradores, a qualidade será determinada pelo ambiente de trabalho, os salários correspondentes, a possibilidade de conciliar a vida pessoal com o trabalho, etc.

Inovação

O valor da inovação anda de mãos dadas com o da mudança e não se refere apenas ao desenvolvimento de novas ideias, produtos ou serviços. É uma visão transversal que irá constantemente procurar oportunidades de melhorar o valor entregue às pessoas.

Esforço

Reúne outros valores como confiança, perseverança e busca pela excelência. Esforçar-se significa fazer o melhor para alcançar resultados. Na cultura do esforço nem sempre será fácil, mas será necessário trabalhar com perseverança e visão para obter resultados positivos.

Empatia

Permite conectar-se com as pessoas, compreendê-las e atuar a partir de um lugar humano. Ter empatia com o cliente para responder às suas reais necessidades é tão importante quanto fazê-lo com os funcionários para ajudá-los a ser sua melhor versão e formar equipas sólidas.

Responsabilidade

Ser responsável é perceber que cada ação terá um impacto interno e externo. Atuar sob este valor é fazê-lo em conformidade com as normas vigentes, as consequências derivadas da produção, para garantir tanto a proteção e a felicidade dos equipamentos, quanto os tempos e demandas dos clientes.

Criatividade

Se houver espaço para melhorias, deve haver espaço também para mudar a maneira como as coisas têm sido feitas até agora. A criatividade deve estar em todo sítio, em cada processo, ideia e comunicação. É a busca por obter resultados novos e interessantes.

Flexibilidade

A rigidez dos modelos tradicionais tem se mostrado contrária ao dinamismo e à mudança proposta pelo ambiente atual. Ser flexível implica saber se adaptar, ouvir e antecipar mudanças e saber responder a tempo de sobreviver e ganhar vantagem competitiva.

valores empresariais

Trabalho em equipa

Trabalhar em equipa não é apenas ter um objetivo comum . Significa que tanto as vitórias quanto as derrotas são vividas e compartilhadas entre todos. É um valor conectado com a cooperação, colaboração e competitividade sã.

Quando esse valor está realmente presente, o todo (equipa) passa a ser muito mais do que a mera soma das partes (colaboradores).

Inclusão

É um valor que compromete a empresa a lutar para dar a todos um lugar nas decisões, para dar oportunidades aos excluídos social e laboralmente. É um grande compromisso com a sociedade e o motor da mudança.

Justiça

A demanda por resultados deve vir acompanhada desse valor. As decisões tomadas em qualquer sentido devem ser justas, imparciais e razoáveis. Além disso, não devem ser resultado de favoritismo ou escolhas irracionais e subjetivas.

Transparência

Ao lado do compromisso com a honestidade, a transparência implica ser claro nas ações e evitar a ocultação de informações importantes para funcionários, clientes ou qualquer pessoa que tenha relação com a empresa. Uma cultura baseada na transparência permite o acesso aos dados internos e favorece a participação de todos na tomada de decisões.

Humor

Não deve ser confundido com não levar as coisas a sério. Valorizar o humor refere-se a dar a importância do riso e da perda do medo para gerar um ambiente descontraído que favoreça a felicidade no trabalho e convide à participação.

Curiosidade

É ficar faminto por saber, investigar, buscar outras maneiras de fazer melhor. É admitir e fomentar um ambiente para uma evolução que permite desenvolver ideias e inovar.

Como os valores influenciam a cultura de uma empresa?

Até agora falamos sobre valores como elementos que podem parecer estáticos ou rígidos. A realidade é que todos eles estão incluídos em um conceito mais amplo que é a cultura organizacional .

Nesse sentido, podemos definir cultura como o conjunto de crenças, valores, práticas, pressupostos subjacentes, costumes, ritos e rituais, próprios de uma empresa, que a tornam única. Uma cultura organizacional permite a inclusão de novos trabalhadores num ecossistema funcional, projeta uma imagem ou personalidade inequívoca para dentro e para fora.

Se a qualquer momento um candidato ou cliente perguntar “Como é trabalhar nessa empresa ou com ela?” a resposta é provavelmente a definição de cultura organizacional. Este, quando administrado de maneira correta, tem um impacto importante na percepção, no crescimento e na lucratividade da organização.

Como desenvolver valores dentro de uma empresa

É importante levar em consideração quais são os valores fundamentais da empresa, para que possam refletir-se nas ações de todos os colaboradores. Assim como, ao contratar novos funcionários , costumamos detalhar quais valores queremos ver nos candidatos, devemos garantir que todos os vivam no dia a dia. Aqui estão algumas dicas sobre como desenvolver valores dentro de sua empresa:

Defina seus valores e inclua-os em sua estratégia de negócios

Isso implicará em um trabalho prévio onde investigaremos qual é a perceção de quem já faz parte da empresa. É importante ter tempo para contrastar os valores declarados no início da atividade com aqueles que estão atualmente presentes na organização.

Diferencie os existentes ou já internalizados, daqueles que gostaria de promover. Ordene-os por importância e procure possíveis incompatibilidades.

É muito importante que depois de defini-los, todos os departamentos trabalhem ativamente para incluí-los e respeitá-los em cada projeto, iniciativa ou processo lançado. Isso inclui garantir que as políticas internas sejam adequadas à sua realidade e que cada chefe ou líder compreenda como deve agir nas diferentes situações que surgirem.

valores de uma empresa

Torne-se um exemplo para seus colaboradores

Se o que queremos é desenvolver valores entre os membros de nossa equipa, a primeira coisa a fazer é dar o exemplo. Ou seja, agir de acordo com o que proclamamos ser referência na tomada de decisões.

Além disso, há uma série de ações que podemos realizar para promover os valores corporativos no dia a dia, tais como:

  • Reconheça os colaboradores que comportam-se da maneira que a empresa espera. Ao divulgar um reconhecimento de comportamento, demonstramos a importância que damos a esses valores. Isso pode ser comunicado em reuniões, newsletters, na web ou nas redes sociais.
  • Realize ações de formação sobre a importância de determinados valores que vemos menos enraizados nas equipas.
  • Monitore as ações dos colaboradores e acompanhe o que se desvia do caminho desejado.
  • Controle a emocionalidade e reaja às situações de crise valendo-se dos valores norteadores. Em seguida, comunique por que decidiu um caminho e não outro.
  • Promova e demita de forma consistente. Isso significa premiar quem decide a partir dos valores e abrir mão de quem não os leva em consideração.

Comunique seus valores

Diz-se que quando algo acontece, não acontece até que seja comunicado. Nesse sentido podemos dizer que uma mera declaração de valores, mesmo que praticada, continuará sendo uma lista com belos termos em algum manual. Eles devem estar incluídos no plano de comunicação corporativa, para garantir que cada ação promova esses valores.

Podemos ajudar a potencializá-los através dos diferentes canais de comunicação da empresa para evitar que caiam no esquecimento. São muitos os momentos da vida de uma empresa em que podemos fazer referência a valores e lembrar por que eles são tão importantes.

Projete ações para viver e transmitir valores

Um valor pode ser apenas uma palavra, um conceito abstrato, uma seção do nosso site ou mesmo um belo discurso, se não os colocarmos em ação em ideias concretas.

Não só devemos tê-los em mente ao admitir um novo funcionário, mas também organizar eventos internos, treinamentos, workshops ou até mesmo competições gamificadas para internalizá-los.

Pensar em investir tempo e recursos na conceção de ações que ensinem como fazer o uso correto dos valores e quais comportamentos são esperados de cada membro demonstrará o alto nível de comprometimento com eles.

Procura otimizar o seu departamento de Recursos Humanos para poder focar nos seus colaboradores e acompanhá-los no desenvolvimento do seu potencial? Aproveite o período grátis para experimentar o nosso software.

✅ Experimente nosso software de RH gratuitamente aqui

This post is also available in: Español

Leave a Comment