Ir para o conteúdo

Programa de trainees: o que é, como funcionam e exemplos em Portugal

programa de trainees

Um programa de trainees é uma modalidade de recrutamento focada na formação de um jovem profissional. A seguir explicamos-lhe o que é um programa de trainees e quais são as vantagens desta modalidade.

Os processos de recrutamento dentro de uma empresa são um dos pilares do futuro da organização. Para isso, é o departamento de recursos humanos o responsável por identificar as necessidades da empresa e do candidato e planear todo este processo.

Recrutar para um programa de trainees é uma estratégia que muitas empresas têm vindo a apostar nos últimos anos. Mesmo assim, é importante que gestores e recrutadores percebam as especificidades deste tipo de programa e como otimizá-lo para que seja mais atrativo para os jovens.

Descubra, neste artigo, quais as vantagens da criação deste programa e como atrair os melhores talentos para a sua empresa . Continue a ler!

Tabela de Conteúdos

Checklist Programa de Trainees

Programa de trainees: o que é?

Perceber o que é um programa de trainees é essencial para criar um de sucesso. Ao procurar pela tradução literal da palavra em inglês “trainee”, encontrará palavras como estagiário, aprendiz ou aluno. Mas um programa de trainees é mais que isso: é uma oportunidade de aprendizagem, em contexto profissional, para jovens recém-graduados.

No entanto, esta não é uma regra fixa. Algumas empresas optam por decidir uma faixa etária específica, por exemplo dos 21 aos 30 anos, para um candidato estar apto ao programa. Tudo dependerá dos objetivos da empresa com o mesmo e da forma como os RH querem atingir esses objetivos. Em Portugal, o programa de trainees costuma ter uma duração entre 1 a 2 anos.

Por norma, quando uma empresa implementa um programa de trainees existe a expectativa de que o profissional fique na empresa. Todo o processo de treino é feito para que o trainee possa assumir um futuro cargo de liderança. O objetivo deste programa é, então, que o candidato conheça a empresa a fundo, ganhe experiência na sua área e entre no mercado de trabalho de uma maneira gradual.

Por último, é importante referir que, normalmente, um programa de trainees oferece um salário ao candidato, diferente do que acontece em programas de estágio, por exemplo. Sendo que um trainee passa por diversos departamentos, convém que a remuneração esteja a par do seu esforço. Segundo o website Indeed, em Portugal, o salário médio de um trainee ronda os 900€.

software-rh-dp-360

Requisitos para um candidato a um programa de trainees

Como já foi referido acima, os candidatos escolhidos para fazer parte do programa de trainees de uma empresa desenvolvem habilidades estratégicas que usarão no seu futuro. Assim sendo, os RH criam um programa que seja não só técnico e de aprendizagem profissional, mas também que esteja alinhado com as expectativas e cultura da empresa.

Desta forma, a equipa de RH deve procurar candidatos que, inicialmente, vão ao encontro dos requisitos básicos e, posteriormente, façam o fit perfeito com a organização. Os requisitos básicos são, muitas vezes, as “soft skills” que moldam a personalidade do candidato, entre elas:

  • Criatividade;
  • Capacidade de comunicação;
  • Liderança;
  • Empreendedorismo;
  • Proatividade;
  • Trabalho em equipa;
  • Visão estratégica;
  • Flexibilidade;
  • Resolução de conflitos.

Alguns fatores extra podem ser requeridos por recrutadores. Alguns exemplos são a fluência em uma ou mais línguas estrangeiras, ter um curso superior (Licenciatura ou Mestrado é suficiente) e, por vezes, ter alguma experiência profissional já existente. Depende sempre da equipa de RH definir estes requisitos.

4 dicas para criar um programa de trainees de sucesso

É importante referir que as candidaturas a um programa de trainees podem começar até um ano antes do próprio programa começar. Por isso, é crucial que o candidato se mantenha informado e atualizado sobre estas oportunidades. A empresa deverá também tornar pública a nova vaga.

Por vezes pode ser difícil criar programas de trainees inovadores, o que limita a busca pelos melhores talentos. O truque é estar a par das tendências do mercado e criar programas diversificados, que abordam, pelo menos, quatro áreas distintas. Sendo que estamos a caminhar para um mundo cada vez mais tecnológico, poderá ser interessante formar o seu trainee no digital.

Mesmo assim, é um desafio para o candidato encontrar este tipo de ofertas. Deixamos-lhe aqui algumas dicas de onde estar presente, de forma a que o candidato o encontre mais facilmente.

1. Esteja presente no LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social criada com o intuito de promover uma rede entre profissionais. Muitas empresas utilizam esta rede social para publicar novas oportunidades de emprego, incluindo programas de trainees. Cabe ao candidato saber utilizar as ferramentas do LinkedIn para uma pesquisa mais otimizada.

Se a oferta de emprego tiver o título correto e uma explicação detalhada será mais fácil para o candidato encontrá-la. O segredo é usar e abusar dos filtros de pesquisa.

Se um jovem estiver à procura deste programa, este deve pesquisar por “Programas de Trainees” e filtrar a pesquisa por país e por nível de experiência profissional. Assim, a pesquisa será melhor otimizada e a possibilidade de existir um match entre o candidato e o recrutador é maior.

💡 Portal do colaborador: Teste na prática sem custos e sem compromisso!

2. Vá a feiras de carreira

Embora possa parecer um método “old school”, pode vir a ser um dos mais eficazes quando se procura por um programa de trainees. As feiras de carreira são direcionadas a estudantes do ensino superior e costumam oferecer maioritariamente estágios de verão, estágios de longa duração e/ou programas de trainees.

Estar presente nestas feiras pode criar um impacto maior entre o candidato e o recrutador, visto que ambos se conhecem pessoalmente.

3. Publique os seus programas de trainees no website da organização

Uma das melhores formas para encontrar esta modalidade de programa é pesquisar diretamente no website das empresas. O candidato faz uma lista das empresas onde gostaria de realizar a sua experiência profissional e procura diretamente nos websites das organizações.

Uma ótima opção é criar uma página no seu Portal de Carreiras dedicada à divulgação do programa de trainees. Assim, a sua estratégia de recrutamento será segmentada e terá mais possibilidades de alcançar o público correto.

O website é a fonte mais segura para o candidato, por isso, o conteúdo, duração e benefícios do programa devem estar presentes na oferta.

📄Descarregue o nosso template para saber como fazer uma boa descrição de cargos e funções!

4. Invista em employer branding

Quando uma empresa decide criar um processo de recrutamento e seleção para um programa de trainees, investir em employer branding pode criar uma vantagem competitiva face aos outros programas. Assim, os seus futuros candidatos terão uma imagem positiva sobre si, o que fará o seu recrutamento mais rico.

vantagens programa de trainees

As vantagens do programa de trainees

Agora que já entendeu o que é um programa de trainees e como criar um de sucesso, é crucial perceber que vantagens poderá ter para a sua organização. Tanto a empresa como o jovem candidato têm benefícios com a realização deste tipo de programas.

1. Vantagens para a empresa

Apesar de ser um tipo de recrutamento comum em Portugal, muitas organizações ainda não investem em melhorar os seus programas de trainees. No entanto, são muitas as vantagens do programa de trainees para as empresas, entre elas:

  • Facilidade em criar padrões de trabalho: Visto que o programa de trainees é, provavelmente, a primeira experiência profissional do candidato, torna-se mais fácil otimizar a aprendizagem em contexto de trabalho.
  • Promoção de um rápido crescimento da empresa: Os jovens recém-graduados chegam à empresa com novas ideias e vontade de aprender. Esta atitude positiva permite à empresa crescer com rapidez.
  • “Jóias” profissionais: Existe sempre a possibilidade de que ao contratar um trainee, a empresa possa encontrar um excelente profissional nos seus anos de desenvolvimento. Desta forma, poderá ser que a organização retenha o talento e mantenha uma relação profissional de sucesso.
  • Preenchimento de cargos antigos: Ao contratar jovens talentos, a organização assegura-se de que cargos antigos serão preenchidos. Como consequência, ambos o risco de falta de crescimento da empresa e o risco de falta de alinhamento entre gerências diminuem.
  • Destaque no mercado: Ao oferecer um programa tão jovem, a empresa destaca-se no seu mercado. Não só demonstra que é capaz de estar a par das tendências do mercado, como valoriza o investimento na formação profissional dos jovens.

2. Vantagens para o candidato

Tal como a empresa, o candidato também pode crescer profissionalmente ao realizar um programa de trainees. Existem várias vantagens para um jovem recém-graduado em escolher a modalidade de trainee, entre elas:

  • Continuação da aprendizagem em contexto profissional: Para um recém-graduado poderá parecer assustador iniciar a sua vida profissional. Um programa de trainees, torna o processo mais gradual e exponencia a aprendizagem do jovem profissional.
  • Programa diversificado: A maior parte dos programas de trainees oferecem uma diversificação de áreas por onde o profissional vai passar. Ao longo de um ano, o jovem pode aprender sobre diferentes áreas e/ou funções da empresa.
  • Contacto com os cargos de liderança: Ao realizar um programa de trainees, o candidato terá contacto direto com cargos de liderança. Este contacto potenciará a performance do jovem.

Diferenças entre um trainee e estágio

Perceber a diferença entre um programa de trainees e um estágio é uma das maiores dificuldades não só entre os jovens, mas por vezes também entre profissionais de RH. Enquanto um estágio procura treinar um profissional numa área específica, um trainee procura dar ao jovem uma visão mais ampla da área e da empresa.

Existem também algumas outras diferenças mais técnicas e burocráticas:

Trainee

  • Salário médio de 900€;
  • Férias remuneradas;
  • Contrato entre 1 a 2 anos;
  • Carga horária de acordo com o contrato da empresa, normalmente 40 horas semanais;
  • Alta concorrência nos processos seletivos;
  • Treinos constantes;
  • Envolvimento em projetos de grande impacto;
  • Contacto direto com cargos de liderança;
  • Grande possibilidade de passar a contrato indefinido com a empresa.

Estágio

  • Contrato de estágio (sem vínculo ao empregador);
  • Bolsa de auxílio ao estudante;
  • Férias remuneradas;
  • Carga horária de estágio curricular (de 20 a 40 horas semanais);
  • Benefícios dados por opção da empresa;
  • Contrato de 6 meses a 1 ano;
  • Alguma concorrência nos processos de seleção;
  • Envolvimento em projetos relacionados com a área do estágio;
  • Contato com outros profissionais da área;
  • Possibilidade de passar a contrato indefinido com a empresa.

Exemplos de programas de trainees em Portugal

Apresentamos-lhe, de seguida, alguns exemplos de programas de trainees em Portugal que promovem boas práticas de recrutamento e seleção.

Academia CTT – Programa de Trainees

A empresa CTT tem aberto um programa de trainees. Este programa é exposto no website de forma clara e intuitiva. Os objetivos e expectativas são descritos em pormenor para os candidatos e todas as etapas do processo de recrutamento são também expostas no website. Desta forma, o candidato consegue ter uma visão geral do programa, o que lhe transmitirá mais confiança e motivação.

Programa de Trainees Super Bock

A Super Bock também criou o seu programa de trainees, mas levou-o a outro nível. A organização desenvolveu um novo website para expor todas as informações relacionadas com o programa. Desde a exposição da missão, objetivos e áreas de negócio até a testemunhos de antigos trainees e fases de seleção detalhadas. É importante que o candidato se sinta valorizado pela organização e, com a criação deste novo website, a Super Bock fá-lo bem.

Programa de trainees Generation Galp

A Galp é outra organização em Portugal que criou um programa de trainees. Tal como as empresas referidas acima, a exposição de conteúdos no website é informal e de fácil leitura. Ainda que o processo de recrutamento seja longo, é claramente exposto no website. Esta empresa pode ser considerada mais um bom exemplo de como promover o seu programa para jovens profissionais.

Recursos para o recrutamento e onboarding do seu trainee

Por vezes, o processo de recrutamento e seleção pode tornar-se complicado de monitorizar. E assim que recrutar o seu trainee, o processo de onboarding começará. Existem soluções digitais que lhe permitem organizar e centralizar todo este processo numa só plataforma.

O software de RH da Factorial permite-lhe, não só facilitar o recrutamento e onboarding dos seus colaboradores, mas também geri-los durante todo o tempo que permanecerem na sua empresa. Algumas das funcionalidades são:

  • Criação de formulários personalizados;
  • Publicação direta das suas ofertas de emprego no LinkedIn e Indeed;
  • Automização de processos de onboarding e offboarding;
  • Plataforma de comunicação entre trabalhadores;
  • Assinatura digital de documentos;
  • E muito mais!

👉Conheça a nossa plataforma e inicie o seu teste gratuito, sem compromisso!

Este artigo também está disponível em: Brasil

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

Recursos semanais para profissionais de RH.

Inscreva-se em nosso boletim semanal e receba as últimas tendências, dicas e recursos para os profissionais de RH.

Ao subscrever, está a aceitar o processamento dos seus dados para receber as informações solicitadas. Política de Privacidade