Ir para o conteúdo

Responsabilidade Social das empresas: Exemplos para aplicar no seu negócio

responsabilidade social nas empresas

As atividades de uma empresa têm resultados que vão muito além da geração de lucro. Os efeitos das atividades desempenhadas por uma organização podem ser sentidos em diversos âmbitos da sociedade. Isso porque cada processo, estratégia e modelo de negócio deixa sua marca no ambiente em que atua. Por isso, a Responsabilidade Social das empresas é um tópico cada vez mais discutido no meio empresarial.

Para além de trazer benefícios para a própria empresa, há uma pressão social e jurídica para que algumas medidas sejam respeitadas. As empresas devem seguir algumas normas básicas, mas investir em projetos e práticas benéficas para a sociedade e o meio ambiente é uma atitude muito bem vista no mercado.

Os clientes e consumidores estão cada vez mais informados sobre a atuação das organizações, sobretudo as de maior porte. Por isso, especializar-se no assunto é urgente e fundamental!

Não sabe como analisar e avaliar as práticas de responsabilidade social na sua empresa? Neste artigo iremos ajudá-lo a perceber as normas básicas da responsabilidade social, como aplicar medidas efetivas e, por fim, daremos alguns exemplos que podem ser desenvolvidos no seu negócio.

modelo de avaliacao de desempenho

O que é a Responsabilidade social das empresas?

Também conhecida como responsabilidade social corporativa (RSC) e responsabilidade social empresarial (RSE), a responsabilidade social das empresas envolve todas as medidas e práticas adotadas por uma organização para diminuir o impacto de suas atividades na sociedade e no meio ambiente. Isso vai além de questões econômicas e passa por diferentes questões sociais.

Essas medidas espelham o compromisso que a empresa tem com o bem-estar social e com a sustentabilidade, por exemplo. Neste processo, são planeadas atividades, medidas e decisões que possam beneficiar as pessoas e o ambiente em que a empresa atua.

Mais do que nunca a sociedade espera um comportamento responsável e consciente das organizações, e o caminho para corresponder à essas expectativas é justamente com um plano de medidas de Responsabilidade social empresarial.

Veja a seguir mais detalhes e saiba como implementar estas práticas na sua empresa.

Porque adotar práticas de responsabilidade social das empresas?

Muitas vezes as práticas de responsabilidade social das empresas está diretamente ligada com seus valores e cultura organizacional. Isso quer dizer que todas as atitudes de uma organização acabam por influenciar diretamente em sua imagem, tanto de forma positiva quanto negativa.

Por isso, investir em uma atitude responsável com a sociedade e o meio ambiente é cada vez mais importante. Veja alguns benefícios da responsabilidade social nas empresas:

  • Evita problemas jurídicos
  • Gera valor para o negócio
  •  Contribui para a boa reputação da empresa como uma empresa que contribui para o bem-estar social.
  • Ajuda no Employer branding
  • Aumento da conexão e motivação dos funcionários com a empresa
  • Aumento da vantagem competitiva
  • Construção de parcerias e benefícios sociais

Em resumo, investir em Responsabilidade social das empresas melhora os resultados da organização e torna o negócio mais sustentável e atrativo no mercado.

responsabilidade social corporativa

Como aplicar a responsabilidade social das empresas?

Não basta saber o que significa a responsabilidade social corporativa. É preciso colocar tudo isso em prática. Mas como fazer isso? Como saber se a sua empresa segue práticas responsáveis e aonde é possível melhorar? E quais ações seriam mais eficientes?

Qualquer empresa pode implementar um padrão de responsabilidade social e adaptá-lo de acordo com seu tamanho e setor. Mas para adotar as melhores práticas de responsabilidade social das empresas, primeiro é preciso planear-se.

O que deve ser analisado?

Não há como definir estratégias e desenvolver novas práticas sem antes analisar e avaliar aquilo que acontece agora.

Isso inclui uma análise minuciosa tanto do ambiente externo como interno da empresa. Comece pensando se sua empresa possui um modelo de negócio sustentável, se segue uma ética empresarial e se considera o bem-estar da comunidade e de seus funcionários.

Veja a seguir alguns pontos que podem ser analisados:

  • Estratégia da empresa
  • Processos de produção e distribuição
  • Cultura organizacional
  • Estrutura de governance
  • Modelos de remuneração
  • Avaliação e comunicação de desempenho.
  • Envolvimento com projetos socioambientais
  • Forma de descarte do lixo da empresa e dos resíduos industriais

Por fim, é importante destacar a importância de se considerar o ambiente externo e interno da empresa. Isso quer dizer que não basta apenas pensar no entorno. É preciso começar de casa, ou seja, considerar o bem-estar e ter responsabilidade social com os próprios funcionários também.

factorial software recursos humanos

Como aplicar novas práticas?

Ações isoladas não costumam funcionar por muito tempo e são acabam por não gerar resultados significativos. Para implementar ações de responsabilidade social nas empresas, é preciso realizar uma mudança significativa na cultura e comportamento da organização. Isso porque os valores e a cultura organizacional irão refletir o posicionamento da empresa em diversos momentos.

Apenas com uma mudança efetiva e duradoura a responsabilidade social corporativa ganha um sentido na realidade da empresa e da sociedade.

Traçar essas ações pode ser complexo, visto que é preciso considerar as particularidades da empresa e do setor em geral. No entanto, alguns valores e atitudes podem ser levadas em conta para planear um projeto de responsabilidade social empresarial.

De acordo com a Comissão Europeia, alguns elementos fazem parte da responsabilidade social das empresas:

•As práticas laborais, como os direitos humanos, trabalho e formação, diversidade, igualdade de género, saúde e bem-estar dos trabalhadores;
•As questões ambientais, como a biodiversidade, alterações climáticas, utilização eficiente dos recursos e prevenção da poluição;
•O combate à corrupção;
•A contribuição para o desenvolvimento da comunidade;
•A inclusão de pessoas em situação de desigualdade;
•Envolvimento com os interesses e benefícios dos consumidores.

12 Exemplos de práticas e atividades de responsabilidade social nas empresas:

Após avaliar a situação interna e externa da empresa, é preciso desenvolver e aplicar ações efetivas para que a responsabilidade social faça parte da cultura da empresa. Ainda que seja algo muito particular, temos aqui alguns exemplos de boas práticas de responsabilidade social das empresas:

  1. Elaborar um Código de Conduta
  2. Verificar se a empresa está em conformidade com a legislação
  3. Estimular a economia local. Uma das formas de fazer isso é ao contratar pessoas que vivem no entorno
  4. Desenvolver uma cultura organizacional que considere o bem-estar e desenvolvimento dos funcionários
  5. Criar canais de comunicação entre a empresa e a comunidade
  6. Participar e patrocinar eventos e projetos sociais
  7. Incentivar o feedback e as avaliações de desempenho periódicas para perceber como está a satisfação dos funcionários
  8. Criar campanhas que incentivem hábitos alinhados com a sustentabilidade. Por exemplo: Economizar água no escritório, descartar o lixo de forma consciente, trazer sua própria caneca de casa, etc.
  9. Rever processos de produção e distribuição
  10. Utilizar fontes de energia renovável
  11. Parceria com pequenos produtores e fornecedores locais
  12. Criar programa de formação e capacitação para a comunidade

exemplos responsabilidade social nas empresas

De dentro para fora: Como investir no bem-estar de seus colaboradores?

Conforme vimos, a responsabilidade social das empresas passa pela forma como a organização trata seus próprios funcionários. Por isso, antes de pensar em práticas externas, é preciso investir no bem-estar dos colaboradores e aplicar atividades e medidas que sejam benéficas para eles.

Veja a seguir algumas dicas:

  • Aplique o Salário emocional: Para além da remuneração financeira, a felicidade no trabalho depende de muitos outros pontos.
  • Avaliações de desempenho: São essenciais para que os gestores e o RH saibam como está a satisfação e motivação dos funcionários
  • Acompanhar as maiores necessidades: É preciso estar atento às suas equipas. Estão precisando de apoio psicológico? Precisam de mais flexibilidade de horário para cuidar da família?
  • Apoio em tempos de crise e teletrabalho: É importante apoiar os funcionários da adaptação ao teletrabalho e no uso de novos recursos
  • Ambiente de trabalho inclusivo: A inclusão deve estar presentes em todos os processos de RH e da empresa
  • Apostar em inovação: Digitalizar tarefas e facilitar o dia a dia dos colaboradores

Digitalizar as tarefas mais repetitivas e burocráticas é um ótimo começo. Isso porque poupa tempo e trabalho dos funcionários. Assim, eles sentem-se bem quando a empresa considera suas dificuldades e investe em recursos que otimizam o trabalho.

Uma das formas de fazer isso é com um software de Recursos Humanos que automatize e simplifique todos os processos de RH da empresa.

Quer testar o software de RH da Factorial por 14 dias grátis? Registe-se já e veja tudo o que podemos fazer pela sua empresa e funcionários

Este artigo também está disponível em: Brasil

Bruna Carnevale é Content Manager da Factorial para os mercados do Brasil e Portugal. Com uma formação diversa em comunicação e línguas, se diz cada vez mais apaixonada pela área de RH e acredita que o acesso à informação de qualidade pode ajudar tornar a gestão de pessoas cada vez mais humanizada e eficiente.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário