Ir para o conteúdo
outplacement o que e

O que é Outplacement e como aplicar nas empresas?

O trabalho representa uma parte muito importante na vida das pessoas. Por isso, o medo de ser despedido acaba por acompanhar muitos trabalhadores, sobretudo em momentos de crise e instabilidade. No entanto, é importante saber que sempre há solução. Uma das tendências atuais dos Recursos Humanos é o Outplacement, processo que auxilia os funcionários despedidos na recolocação profissional.

Esta prática ganha cada vez mais espaço no mercado de trabalho, e representa uma nova oportunidade para os trabalhadores. O outplacement pode ser aplicado de diversas formas. É importante que tanto o RH quanto os funcionários saibam exatamente o que significa e quais são as suas possibilidades.

Para além de apresentar uma vantagem clara aos funcionários e profissionais autônomos, as empresas também podem beneficiar-se imensamente com esta prática.

Neste artigo iremos explicar o que é Outplacement, como funciona em Portugal, quais tipos de outplacement existem e como funcionam.

Índice:

testes recrutamento e selecao

O que é Outplacement?

Antes de buscar esta solução, é importante perceber o que é outplacement. Em poucas palavras, o outplacement é o processo de recolocação profissional de um trabalhador. Esta estratégia tem sido cada vez mais utilizada pelas empresas e pode beneficiar tanto os trabalhadores quanto as organizações.

Apesar de ter algumas variações em sua aplicação, o mais comum é que esta prática seja utilizada por empresas, como forma de suporte aos funcionários despedidos. Neste caso, o processo inclui o desenvolvimento de um plano de ações para orientar e auxiliar o funcionário na sua recolocação no mercado de trabalho.

O objetivo é diminuir as inconveniências e os danos envolvidos no processo de despedimento de funcionários.

No entanto, é importante saber que existem outras formas de utilizar o outplacement, assim como perceber diferenciá-lo de outras práticas similares. Saiba mais a seguir.

👉Quer ajuda para fazer o Plano de RH perfeito? Confira aqui nosso passo a passo. 

Outplacement x Replacement

Agora que já sabe o que é outplacement, é preciso diferenciá-lo de outro termo parecido. Antes de mais nada, é importante perceber a diferença entre dois termos que são constantemente confundidos: Outplacement e Replacement.

A principal diferença entre estes dois processos está no momento e situação em que são utilizados. Veja a seguir:

  • Outplacement:

Conforme descrevemos anteriormente, o outplacement consiste em um auxílio da empresa ao profissional despedido, para facilitar sua recolocação no mercado de trabalho. Neste caso, as técnicas são aplicadas em um momento de despedimento, e a empresa normalmente contrata um serviço de consultoria especializado em recolocação profissional.

  • Replacement:

O processo de replacement é muito similar ao outplacement. No entanto, neste caso, o objetivo é orientar e auxiliar pessoas que já estão sem emprego a conseguirem um novo trabalho, ou então ajudar as empresas no processo de recrutamento e seleção. Dessa forma, podemos definir o replacement como uma consultoria para pessoas que estão desempregadas ou em processo de transição de carreira.

recolocacao profissional

Tipos de Outplacement

O processo de outplacement pode variar de acordo com sua aplicação. Veja a seguir:

  1. Outplacement Individual: Como o próprio nome indica, neste caso o outplacement foca em indivíduos específicos, avaliando suas necessidades e interesses. É aplicado quando não há um grande número de pessoas demitidas na empresa ou quando apenas um funcionário tem interesse na orientação profissional.
  2. Outplacement Colectivo: Já nesta opção, o processo de recolocação profissional é oferecido a um grupo de funcionários demitidos. Isso é muito comum em casos de despedimento colectivo, quando empresas passam por grandes reestruturações internas, por exemplo.

Como funciona o Outplacement?

O outplacement é uma forma de fazer a gestão de carreira de seus funcionários. Neste processo, a empresa irá preparar o profissional para novos desafios e orientá-lo para que consiga um novo trabalho mais rápido.

Por norma, o processo de outplacement passa pelas seguintes etapas:

1) Deteção dos casos de despedimento da empresa e dos interessados:

Às vezes, nem todas as pessoas despedidas têm interesse em receber uma orientação de recolocação profissional, seja por motivos pessoais ou profissionais. Por isso, é importante detetar quais profissionais têm interesse na consultoria para que possa avaliar os custos e o trabalho envolvido no processo.

2) Contratação de um serviço de consultoria em Outplacement:

Na maioria das vezes, as empresas não possuem alguém especializado em outplacement no quadro de funcionários. Por isso, o que acontece por norma é a contratação de uma consultoria especializada em recolocação profissional.

3) Planeamento:

Nesta etapa, os responsáveis pela consultoria e os profissionais de RH da empresa devem conversar sobre cada caso e planear as estratégias e ações que serão implementadas.

4)Desvinculação:

Nesta fase devem ser feitos todos os processos de desvinculação do funcionário com a empresa: Comunicação formal da demissão, rescisão de contrato de trabalho, contabilidade, etc.

👉 Não sabe como funciona o aviso prévio? Veja aqui todas as regras e normas para funcionários e empresa

outplacement portugal

5) Outplacement:

Após as etapas anteriores, é hora de colocar o processo de outplacement em prática. Estes são alguns métodos utilizados para orientar os profissionais em processo de recolocação profissional:

  • Acolhimento no momento pós-demissão
  • Mapeamento do perfil profissional e avaliação das competências profissionais
  • Revisão e análise curricular
  • Orientação profissional para seleção de vagas que interessem o candidato
  • Auxílio no processo de candidatura
  • Preparação para processos de recrutamento e seleção e entrevistas de emprego

Vantagens do Outplacement

Ainda que seja uma prática que tem como objetivo final auxiliar os funcionários que irão deixar a empresa, as vantagens também se estendem à organização. Este processo traz benefícios para as duas partes envolvidas, veja a seguir.

1) Vantagens para as empresas:

  • Melhorar o Employer Branding:

Auxilio ao funcionário que foi demitido para que consiga realocado em outra empresa. Essa prática parece, para muitas organizações, sem importância.

No entanto, é uma atitude que agrega muito valor ao employer branding da empresa. Isso porque para além de mostrar que organização se importa com seus funcionários em qualquer etapa da jornada do colaborador, faz com que a relação com antigos empregados não seja afetada – e essas pessoas, no futuro, podem ser contactos importantes no mercado!

👉Webinar do mês: Dicas práticas para melhorar o Employer Branding da sua empresa

  • Evita problemas jurídicos:

Investir em um processo de despedimento humanizado e organizado ajuda a manter uma boa relação entre empregado e empregador. Para além disso, a consultoria irá ajudar a orientar ambas as partes no cumprimento das normais legais de cessação de contrato de trabalho

  • Melhoria no clima organizacional:

Quando um funcionário é despedido, é normal que outras pessoas da mesma equipa sintam-se inseguras e com medo de que o mesmo aconteça com elas. No entanto, saber que o funcionário despedido foi acompanhado e orientado neste processo, ajuda a manter um bom clima organizacional  e a não comprometer o desempenho daqueles que ficam.

2) Vantagens para funcionários:

  • Chance de melhorar o currículo:

Sem dúvidas uma das grandes vantagens para os funcionários que recebem uma consultoria de recolocação profissional é poder atualizar e remodelar o currículo com a ajuda de profissionais experientes. Isso porque muitas vezes quando fazemos isso sem orientação, o currículo pode não estar dentro do que é esperado pelas empresas.

recolocacao profissional portugal

  • Rapidez e qualidade na transição profissional:

Essa vantagem é clara. Com a ajuda do outplacement, encontrar uma nova vaga tende a ser mais fácil e rápido. Neste processo, o profissional será orientado em todas as etapas e irá focar naquelas vagas que realmente fazem sentido para si.

👉Plano de Carreira: Saiba o que é, como fazer um e descarregue um modelo personalizável grátis

  • Aumenta a confiança

Com a orientação e formação correta, é normal que o profissional sinta-se mais confiante. Isso irá refletir em sua performance durante entrevistas de emprego, dinâmicas de grupo e até nas suas atividades ao ser contratado.

  • Novas oportunidades:

O outplacement também pode ser uma chance de o profissional pensar em novos caminhos para sua carreira. Isso porque, na busca por uma vaga de trabalho, os consultores podem apresentar novas oportunidades e funções que o profissional talvez não fosse conhecer sozinho.

Como melhorar a gestão de RH nas empresas

Quer tornar toda a experiência dos seus colaboradores interessante e produtiva? Alguns recursos podem ajudar nesta missão. Conte com ferramentas especializadas na gestão de Recursos Humanos para automatizar as tarefas diárias do RH e dos funcionários.

Um software de RH é capaz de simplificar atividades complexas e que demandam muito tempo dos funcionários. Se ainda não conhece um sistema para a sua empresa, registe-se grátis na Factorial e teste por 14 dias todos os recursos do software de RH all-in-one de Portugal. Veja abaixo todas as vantagens:

Registe-se grátis e veja como otimizar a gestão de Recursos Humanos na sua empresa

Postagens relacionadas

Deixe um comentário