Ir para o conteúdo

Plano de Recursos Humanos: Como fazer um para sua empresa em 2022?

Todas as empresas têm planos e objetivos, tanto gerais como por departamento. Portanto, a área de Recursos Humanos também tem os seus planos e objetivos correspondentes. Neste artigo veremos como elaborar um plano de Recursos Humanos de uma empresa para 2022.

O RH possui muitas tarefas e responsabilidades, por isso, é fundamental que haja um planeamento. Organizar-se com antecedência pode evitar erros e problemas futuros, para além de garantir uma melhor experiência aos colaboradores.

O que é um Plano de Recursos Humanos?

Assim como todas as áreas, o departamento de recursos humanos deve prever e organizar seus principais objetivos do ano e planear como irão atingi-los. O plano de Recursos Humanos serve justamente para gerir os processos de RH e planear como chegar às metas estipuladas.

Para além disso, o plano de recursos humanos ajuda a orientar os colaboradores na tomada de decisão e mostra novas oportunidades dentro da empresa.

Como fazer o fecho anual?

Antes de planear o ano seguinte, é preciso fechar o ano anterior. Para isso, a área de Recursos Humanos deve levar em consideração dois aspetos muito importantes: as férias tiradas pelos colaboradores e as horas de trabalho.

É o momento de verificar se há algum colaborador que tenha trabalhado mais horas e se todos eles gozaram das férias que, por lei, lhes correspondem. Para isso, é importante ter um documento ou sistema que tenha todos esses dados guardados para consulta.

Quer ajuda para organizar as férias dos funcionários? Temos o modelo perfeito para si!

 👇 Descarregue o seu modelo grátis de plano de férias para 2022 em Excel 👇

modelo-plano-de-ferias-2022

Horas extraordinárias

Ao fazer um balanço para fechar o ano de 2020, o departamento de Recursos Humanos pode descobrir que existe um funcionário com horas extraordinárias, e que estas não foram recompensadas.

Caso haja algum descasamento nas horas trabalhadas de um funcionário, agora é a hora de consertar.

Normalmente, quando trabalham horas extras, as empresas optam por pagá-las ou compensá-las com uma folga. O que a empresa faz deve estar escrito no acordo coletivo.

As férias acumuladas

Outra questão que a área de Recursos Humanos deve levar em consideração são as férias dos colaboradores.

Todos os trabalhadores empregados têm direito a 30 dias de férias ou 22 dias úteis. Esses dias têm que ser aproveitados, o que significa que as férias não podem ser pagas.

Portanto, os Recursos Humanos devem ver no mês de dezembro se todos os colaboradores gozaram ou não de férias. Normalmente é preciso aproveitar as férias durante o ano corrente.

Dependendo da empresa, pode haver exceções na hora de aproveitar as férias. Por exemplo, por vezes acontece que haja trabalhadores com dias de férias pendentes e a empresa permite que os colaboradores os tirem no ano seguinte.

Aqui, cada empresa deve ser clara sobre a política de férias que se aplica em termos de feriados transitados. Os seguintes pontos devem ser incluídos nesta política:

  • Que prazos são permitidos para que as férias acumuladas possam ser aproveitadas;
  • Cuidado com os dias em que permite férias acumuladas porque, se muitos trabalhadores se reunirem nos mesmos dias de férias, pode ser um problema para a empresa.

É por isso que o Departamento de Recursos Humanos deve saber quem tem férias pendentes, quando podem desfrutá-las e o prazo para solicitá-las.

👉 Saiba mais sobre marcação de férias 2022: regras, prazos e dúvidas!

O que considerar antes de criar o seu Plano de Recursos Humanos para 2022?

O últimos dois anos fugiram ao normal em termos profissionais. Há atividades que tiveram que ser interrompidas por um tempo, devido à pandemia, e em outras o teletrabalho foi implantado.

Em suma, os anos de 2020 e 2021 tiveram como protagonistas o teletrabalho e a situação dos trabalhadores.

plano de rh

Teletrabalho

Mesmo que tudo tenha sido virado de cabeça para baixo, é importante continuar a fazer as avaliações de desempenho, ainda mais se os funcionários estiverem a trabalhar a partir de casa.

Não é que se trate apenas de medir a produtividade, mas de ver quais as dificuldades que estão a enfrentar e quais as vantagens que encontram nesta nova situação.

Além disso, é importante consultar e fazer um check up aos trabalhadores. Ver como eles se sentem no teletrabalho, detetar os aspectos que não estão a funcionar bem e dar-lhe uma solução.

[Modelo pronto a descarregar] Checklist para organizar o teletrabalho

A situação pessoal e profissional dos funcionários

Os últimos anos têm sido difíceis para os colaboradores. Além de terem sido forçados a se adaptarem ao novo paradigma e situações, muitas empresas começaram a ver algumas mais-valias em diferentes formas de trabalho.

As empresas, agora, avaliam como podem ser mais flexíveis com os funcionários, para melhorar a produtividade e dar-lhes uma melhor conciliação da vida pessoal e profissional.

As organizações precisam, então, de ter mais clareza sobre os objetivos e estratégias a seguir, e para isso o plano de recursos humanos está aí para ajudá-las.

👉 Saiba mais sobre o regime de trabalho híbrido: o que é, vantagens e desvantages

O que é um Plano de Recursos Humanos anual e como fazê-lo para 2022?

O plano de recursos humanos tenta refletir a política da empresa em todas as questões relacionadas aos funcionários. Esse planeamento deve levar em consideração o seguinte:

  • Estrutura da equipa
  • Tamanho do quadro de funcionários
  • Competências de cada colaborador
  • Funções que cada funcionário pode exercer
  • Seleção de pessoal
  • Recrutamento
  • Formação contínua de trabalhadores
  • Protocolo de resolução de conflitos

A primeira coisa a fazer para começar com este plano de RH é analisar o seu ambiente de negócios.

1) Análise do ambiente da empresa

No início do ano, a empresa elaborará um plano estratégico geral no qual estabelecerá alguns objetivos chave para o plano de Recursos Humanos.

Para executar bem este planeamento é importante especificar:

  • O que deve ser melhorado em relação ao ano anterior, para evitar repetir os erros;
  • Que desafios lhes esperam este ano. Há sempre mudanças, eventos ou atividades que vão influenciar a empresa e para as quais ela deve estar preparada;
  • Os elementos da empresa que precisam de mais atenção. Isso requer um estudo detalhado da empresa e dos seus funcionários. Nesse ponto, os relatórios de Recursos Humanos fornecidos por um software apropriado, como o da Factorial, são de grande ajuda.

Para obter essas informações, é fundamental que os Recursos Humanos se comuniquem com os gestores da empresa.

Software de gestão de recursos humanos

2) Objetivos do plano anual de Recursos Humanos

Os objetivos do plano anual de Recursos Humanos são divididos em duas categorias:

  • Objetivos Explícitos: referem-se à atração e retenção de talentos , motivação dos colaboradores e tudo o que leve em consideração a melhoria do employee experience da empresa, como desenho de planos de carreira, processos de onboarding, etc.
  • Objetivos Implícitos: são aqueles que são dados pela filosofia da empresa, de forma que ajudem a criar a cultura da empresa. A melhoria da produtividade e da qualidade de vida dos seus colaboradores faz parte desses objetivos , respeitando todas as normas laborais e de segurança.

3) Definição de responsabilidades

Uma vez definidos os objetivos da empresa e da área de RH, é hora de estabelecer o plano de Recursos Humanos.

O que acontece é que nem todas as empresas possuem uma área de Recursos Humanos propriamente dita. Nas pequenas empresas é o CEO quem trata de tudo, inclusive da parte de RH. Nas empresas de média dimensão, há uma ou duas pessoas responsáveis ​​pela gestão de pessoal. Em grandes empresas, existe um departamento de RH com várias pessoas e perfis diferentes.

O que é feito normalmente nestes casos é construir um organograma da empresa, que mostrará:

  • A estrutura hierárquica da empresa
  • Departamentos existentes
  • Os cargos a serem preenchidos

O organograma reflete o que a empresa possui e o que é necessário para atingir os objetivos.

4) Identificação de cargos necessários

O organograma indica-lhe quais os cargos que devem ser preenchidos para atingir os objetivos explícitos. O plano de RH especificará:

  • A descrição de cada um dos cargos: funções, responsabilidades, departamento, local de trabalho, responsáveis, supervisor e volume de trabalho
  • Tipo de perfil: formação, experiência e habilidades. Desta forma, sabe-se se este cargo pode ser preenchido por alguém da equipa ou se é preciso contratar alguém de fora

Todas essas etapas estão sujeitas à política de Recursos Humanos da empresa.

Definição da política de Recursos Humanos

A política de recursos humanos balizará as diretrizes da área no dia a dia e incluirá as diretrizes para seleção e contratação de pessoal. Além das diretrizes de remuneração e as de formação e desenvolvimento.

gestao de rh

1) Seleção de pessoal

Neste ponto, basta especificar as funções, o tipo de contrato e o salário de cada cargo a ser preenchido. Também será decidido se alguém da empresa se dedicará à seleção de pessoal ou se esse trabalho é terceirizado.

Normalmente, as empresas que não possuem um departamento de Recursos Humanos diferenciado são aquelas que recorrem a outras empresas quando precisam selecionar pessoal.

2) Retribuição

Em termos de salários, a empresa terá de cumprir o respetivo acordo coletivo , mas é livre se quiser melhorar as condições do referido acordo. As condições do acordo podem ser melhoradas em incentivos, benefícios, pagamentos extras, etc.

Todas essas condições devem ficar claras para a pessoa que vai ser contratada.

3) Formação e desenvolvimento

O plano de Recursos Humanos não pode esquecer o crescimento pessoal e profissional dos trabalhadores para que possam concretizar o seu plano de carreira.

Dentro da política de Recursos Humanos, a visão e missão da empresa, boas práticas, disciplina e resolução de conflitos também devem estar incluídos.

gestao rh

Exemplos e casos práticos do Plano de Recursos Humanos de uma empresa

O plano de Recursos Humanos de todas as empresas possui uma base parecida. No entanto, sempre há nuances que mudam de uma empresa para outra.

Para vê-lo, vamos estudar 3 exemplos: uma construtora, uma empresa têxtil e uma empresa de tecnologia.

1) Plano de Recursos Humanos de uma construtora

As construtoras têm duas peculiaridades. Um deles é a terceirização e o outro é o alto índice de acidentes.

Em relação ao índice de acidentes, a empresa deve ter uma política de prevenção de riscos ocupacionais muito bem definida. Todas as empresas devem cumprir a lei e respeitar as normas da subcontratação.

👉 Saiba mais sobre Outsourcing de RH: quando utilizar?

2)Plano de Recursos Humanos de uma empresa têxtil

As empresas têxteis sofreram muito com a pandemia. Por um lado, a procura caiu, embora se espere uma recuperação. E por outro lado, existem todas as medidas de segurança que eles devem implementar para tornar as empresas têxteis lugares seguros.

No seu plano de Recursos Humanos, as medidas de segurança que incluem uma máscara obrigatória e distância de segurança devem ser incluídas. Se a distância não puder ser mantida, telas de proteção devem ser instaladas.

3) Plano de Recursos Humanos de uma empresa de tecnologia

As empresas de tecnologia costumam ser escritórios tradicionais, portanto muitas já operam com teletrabalho. Na verdade, na grande parte dos últimos dois anos não houve alternativa.

Portanto, para o futuro, o seguinte deve ser considerado:

  • Se há novas opções de regimes de trabalho, como a consideração do teletrabalho para todos, ou alguns, dos funcionários;
  • Se a empresa terá um regime flexível, como o trabalho híbrido;
  • Ouvir os trabalhadores para descobrir quais os pontos positivos e negativos que eles vêem nas diferentes formas de trabalho. Já nos pontos menos positivos, a empresa deve esforçar-se para solucioná-los.

Além disso, a formação é essencial nas empresas de tecnologia uma vez que tudo avança rapidamente. Por isso é tão importante desenvolver planos de capacitação contínua e mantenha a competitividade.

Procura uma solução fácil e intuitiva para organizar e automatizar todos os seus processos de Recursos Humanos?

software-rh-dp-360

✅ Experimente a Factorial gratuitamente durante 14 dias, e economize tempo na criação do seu plano de Recursos Humanos. Comece já hoje!

Este artigo também está disponível em: Español, Italiano

Bruna Carnevale é Content Manager da Factorial para os mercados do Brasil e Portugal. Com uma formação diversa em comunicação e línguas, se diz cada vez mais apaixonada pela área de RH e acredita que o acesso à informação de qualidade pode ajudar tornar a gestão de pessoas cada vez mais humanizada e eficiente.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

Recursos semanais para profissionais de RH.

Inscreva-se em nosso boletim semanal e receba as últimas tendências, dicas e recursos para os profissionais de RH.

Ao subscrever, está a aceitar o processamento dos seus dados para receber as informações solicitadas. Política de Privacidade