Ir para o conteúdo

Gamificação nas empresas: Saiba tudo sobre essa estratégia de RH

gamificacao rh

O que é gamificação no RH ? Como pode ajudar na gestão de recursos humanos? Especialmente nos últimos anos, a gamificação ganhou muita atenção como estratégia de retenção e engajamento do cliente. Embora muitas empresas já tenham implementado gamificação externa, voltada para o cliente, poucas ainda experimentaram seus efeitos na equipa interna.

Como sabemos, a gestão de recursos humanos é fundamental e os clientes não podem ser o único foco de uma empresa. Fazer os funcionários sentirem-se engajados e motivados é importante para promover seu sentimento de pertença e aumentar sua produtividade.

Os funcionários devem ser os primeiros a se beneficiar significativamente dos programas de gamificação no RH. Assim, é criado um ambiente no qual  eles se sentem reconhecidos e recompensados por suas realizações, mesmo além das recompensas de produção e benefícios da empresa.

A gamificação aplica técnicas de motivação comportamental em ambientes não lúdicos. Na verdade, um programa de gamificação eficaz se parece mais com um programa de fidelidade personalizado, que o incentiva a atingir verdadeiras metas de negócios indo muito além de pontos, medalhas e classificações.

Embora seja fácil perceber como a gamificação voltada para o cliente pode ser usada, os gestores de RH também podem usar técnicas de gamificação para incentivar, estimular e recompensar seus funcionários .

Neste artigo, vamos descobrir o que é gamificação no RH , como funciona e como pode melhorar a gestão de Recursos Humanos na sua empresa.

software rh

O que é Gamificação?

Antes de entrar nos detalhes dessa prática e como ela pode ajudar seu negócio, vamos entender melhor o que é Gamificação. A gamificação no RH , como mencionamos, é a aplicação de técnicas de motivação comportamental retiradas de contextos lúdicos em situações que não são de jogo.

Com o crescimento constante dos millennials e membros da Geração Z no mundo do trabalho (além do aumento da competitividade no mercado de aquisição de talentos), a gamificação na empresa pode ser o aliado ideal de que gestores de RH e empregadores precisam.

Afinal, se existem métodos alternativos para engajar seus funcionários e motivá-los no seu negócio, por que não utilizá-los?

Uma pergunta, no entanto, surge: como exatamente a gamificação pode ser eficaz ?

O sistema de gamificação funciona desta forma: ele explora a natureza competitiva presente em cada um de nós enquanto jogamos. Nesse tipo de “estado”, nos sentimos mais envolvidos e comprometidos, sentimos uma maior sensação de satisfação e estamos mais dispostos a dar um passo adiante, a nos esforçarmos para fazer as escolhas certas.

O conceito de gamificação, por exemplo, pode ajudar um funcionário a concluir um curso de formação com mais esforço e velocidade e, à medida que aumenta o progresso, estimula constantemente o seu empenho em motivá-lo a alcançar os resultados esperados.

Gamificação no RH: Como a gestão de recursos humanos pode melhorar?

Agora que percebemos melhor o que é gamificação e como funciona, é hora de descobrir como ela pode nos ajudar na gestão e organização de recursos humanos . Existem vários campos em que este tipo de abordagem pode ser útil e é importante conhecê-los para explorar ao máximo o seu potencial e obter os resultados pretendidos.

gamificação nas empresas

Gamificação e Recrutamento: uma nova abordagem para a seleção de talentos

É possível transformar facilmente o processo de recrutamento de sua empresa em uma experiência de “jogo”, recompensando seus candidatos com reconhecimentos e benefícios concretos por completarem as várias fases, desde a inscrição até a última entrevista.

Estimular os candidatos a darem o seu melhor já durante o processo seletivo pode ajudar não só a atrair candidatos motivados desde o início, mas também a acelerar drasticamente o tempo de integração na empresa, uma vez que os candidatos já estão acostumados a constantemente atingir objetivos e obter prêmios.

Ao mesmo tempo, do ponto de vista dos recrutadores, os departamentos de RH também podem usar a gamificação internamente para recompensar os melhores recrutadores e incentivar os funcionários a relatar os melhores candidatos em sua rede de contatos.

A oportunidade de um funcionário obter um bônus por indicação (bônus por recomendação) pode incentivá-lo a ter um papel mais ativo nos processos de aquisição de talentos da empresa, ajudando a melhorar os resultados e a aliviar a carga de trabalho da própria área de RH.

Cultive a Cultura Corporativa e valorize os funcionários

Manter os funcionários engajados e fazer com que se sintam parte da equipa é a chave para a retenção. Além disso, este tipo de atividade é importante para podermos preservar os talentos que adquirimos, o conhecimento das pessoas e os valores corporativos, e assim evitar a rotatividade excessiva de pessoal .

Use a gamificação para fomentar uma cultura organizacional positiva, recompensando os funcionários pela colaboração entre vários departamentos, fornecendo sugestões para melhorias de processos ou projetos ou até mesmo incentivando a participação em programas de voluntariado em toda a empresa, por exemplo.

É possível utilizar um software de gamificação para monitorar essas atividades e as oportunidades disponíveis, bem como mostrar a participação de vários funcionários e de todos os colegas, para estimular uma espécie de motivação intrínseca.

Outro aspeto positivo do uso de uma plataforma de gamificação é que ela mantém um registo de todas as atividades dos funcionários no programa. Essas informações são muito valiosas quando se considera promoções, aumentos e outras recompensas de funcionários.

Motivar a participação em Treinamentos corporativos

O treinamento obrigatório da equipa, como seminários de segurança ocupacional , inclusão e outros programas corporativos, muitas vezes não são prioridade na agenda da maioria dos funcionários, especialmente quando eles não vêem uma relação direta com suas tarefas diárias. Motivá-los a dedicar parte de sua jornada de trabalho para concluir esses programas pode, portanto, ser um desafio complicado.

Criar uma experiência de gamificação em torno de programas de treinamento online pode estimular mais interação. Os funcionários que ganham recompensas e reconhecimento por concluir essas tarefas (ou missões, no jargão da gamificação) têm muito mais probabilidade de torná-las uma prioridade.

Além disso, os gestores de RH podem ver os programas concluídos de maneira mais rápida e consistente, sem ter que “pressionar” e “caçar” funcionários para convidá-los a concluir os programas todas as vezes.

Quer medir a motivação dos seus funcionários?

👇 Descarregue nosso teste de motivação no trabalho abaixo👇 

teste de motivacao no trabalho

Incentivar o preenchimento de documentos e tarefas burocráticas

Ninguém gosta de perder tempo com papelada, especialmente quando tem outras tarefas mais importantes e urgentes para concluir. Mas, infelizmente, os documentos representam etapas necessárias em tarefas como o preenchimento de formulários de inscrição para vários programas corporativos e relatórios de despesas . Então, por que não torná-lo divertido?

Tal como acontece com os pedidos de participação em cursos de treinamento, recompensar os funcionários ao reconhecer publicamente seu compromisso no preenchimento dos documentos exigidos pode desencadear uma espécie de senso de competição amigável em que os funcionários tentam superar uns aos outros pelo título de ” melhor compilador de relatório de despesas “ou para” a compilação mais rápida dos formulários para atualização de benefícios “.

Ajude os funcionários a criarem seu próprio caminho para o sucesso

Não é segredo que o exemplo e a comparação constante com os colegas são um poderoso motivador que leva os funcionários a buscarem o sucesso. Um funcionário que vê seus colegas a receber elogios, atingir metas e a melhorar constantemente quer saber como pode alcançar os mesmos resultados.

Ao usar a gamificação no RH, os departamentos de recursos humanos podem criar planos de carreira claros , definidos e baseados na missão que mostra o progresso feito pelos funcionários para “subir de nível” dentro da empresa.

Vejamos o exemplo do melhor vendedor de sua empresa: este funcionário completa seu treinamento de atualização todos os anos, sem exceção, entrega relatórios de despesas em uma semana, mantém seu pipeline de clientes em potencial atualizado, converte 5 novos clientes a cada semana e assim por diante.

Ao inserir os resultados desse tipo de comportamento em uma plataforma de gamificação no RH, outros funcionários poderão vê-los e perceber por si próprios o que é preciso para se tornar o melhor vendedor da empresa. O funcionário que está a alcançar resultados atua como um guia para os outros , mostrando indiretamente qual o caminho a percorrer para chegar ao topo.

tecnologia em rh

Aumente o reconhecimento dentro das equipas e crie uma rede de dados unificada

Com a gamificação no RH também é possível criar sistemas de reconhecimento entre membros de uma mesma equipa, com os quais se possam parabenizar por sua contribuição para a consecução de um objetivo comum. E, nesse caso, todos os dados são rastreáveis ​​e monitoráveis, criando um precioso banco de dados para manter o conhecimento dos funcionários e da empresa sob controle.

Ao consultar a plataforma, é fácil identificar os funcionários que obtiveram uma determinada certificação de competências profissionais específicas, que trabalharam com clientes num projeto ou que fizeram outros tipos de colaboração. Tudo isso, simplesmente por meio dos dados. Essas informações são combinadas para criar uma força de trabalho mais eficiente, colaborativa, produtiva e motivada para o crescimento.

Preocupações com o uso da gamificação no RH na empresa

Embora seja uma prática cada vez mais usada em contextos de negócios, a gamificação no RH continua gerando alguns debates. Para alguns, de fato, a ideia de gamificação parece uma espécie de tentativa velada e indireta de induzir os funcionários a fazer o que já deveriam fazer.

A verdade é que, quando usada corretamente, a gamificação no RH pode ser usada como um método extremamente eficaz para neutralizar o declínio geral do engajamento dos funcionários nas empresas.

Incentivar a produtividade no trabalho é fundamental em um contexto de trabalho moderno e em constante mudança como o de hoje, regido por mudanças contínuas, instabilidade e o aumento do trabalho flexível.

Usando a gamificação, empregadores e gestores de RH podem ajudar os funcionários a serem mais interativos, recompensados ​​e atentos ao seu trabalho. Os processos de gamificação corporativa podem ajudar a reduzir ou mesmo eliminar o descontentamento dos funcionários.

Eles podem ajudar a promover o tipo certo de comportamento, melhor a eficiência e a produtividade e, ao mesmo tempo diminuir os custos de treinamento de novos funcionários.

Exemplos de gamificação no RH

A gamificação no RH foi projetada para envolver os funcionários de maneiras diferentes. Envolve, como vimos, mecanismos de reconhecimento (que estimulam o engajamento), feedback , diversão e colaboração . Todos esses mecanismos estão intimamente ligados a muitos processos de negócios que dizem respeito ao pessoal.

Por este motivo, muitas empresas já decidiram implementar um sistema corporativo de gamificação em suas atividades de gestão e organização de recursos humanos. Vamos ver alguns exemplos concretos a seguir:

Cisco: gamificação corporativa para incentivar o treinamento

A Cisco, líder em soluções de rede, utiliza a gamificação internamente em diversos setores de sua empresa. A formação e o desenvolvimento do pessoal são apenas duas delas. A Cisco começou a usar os princípios de gamificação em seu treinamento de mídia social para ajudar a desenvolver esse conjunto de habilidades em seus funcionários.

Os profissionais de marketing aprenderam a usar o Twitter para atrair clientes em potencial, os gestores de vendas aprenderam a usar o LinkedIn para alcançar seus clientes potenciais e os recrutadores aprenderam a usá-lo para melhorar a busca de candidatos.

Com a gamificação corporativa, a Cisco utiliza três níveis de certificação por meio dos quais o progresso no desenvolvimento de novas competências é medido e incentivado. O fator diversão é aumentado pela introdução de “desafios” para equipes pequenas. Os participantes recebem distintivos por completarem os vários desafios, tornando o processo envolvente.

o que é gamificacao

Deloitte: Gamificação no RH para melhorar o onboarding de funcionários

A Ingelse Deloitte, uma empresa de consultoria e auditoria muito famosa, digitalizou e “gamificou” o processo de onboarding dos funcionários . Os novos funcionários são organizados em equipas com outras novas contratações e aprendem sobre as políticas de privacidade, responsabilidade social corporativa, ética empresarial e os diversos procedimentos da empresa online.

Eles podem fazer perguntas predefinidas à sua equipa que todos os participantes devem responder. Em seguida, as respostas às perguntas e os vários cenários são discutidos em equipa com o objetivo de encontrar uma resposta única.

Além disso, a Deloitte também criou um tour virtual pelo escritório , desenhado exatamente como um videogame. Começa com uma cena no aeroporto onde os visitantes escolhem o seu destino, após a qual os visitantes podem “voar” para aquela cidade e chegar ao respetivo escritório virtual local da Deloitte, onde podem interagir com os colaboradores e sentir a cultura empresarial .

Google: gamificação como incentivo à produtividade

E como não falar da (talvez) empresa mais famosa do mundo? O Google também usa gamificação corporativa para muitos de seus processos internos. Um dos mais interessantes diz respeito ao mecanismo de compilação das faturas de reembolso de despesas : cria-se uma espécie de “jogo de despesas de viagens”, dedicado a todos aqueles funcionários que, para o trabalho, tendem a se deslocar e a viajar muito.

Para cada quantia de dinheiro que é economizada por funcionários em viagens em comparação com seu orçamento inicial, o Google retorna por meio desse sistema de gamificação, a mesma quantia aos funcionários (com a opção de doá-lo para instituições de caridade).

Se analisado com calma, o uso desse sistema é tão simples quanto engenhoso: ele estimula implicitamente uma maior disciplina de gastos dos funcionários e ajuda a incentivá-los a alocar recursos de forma mais eficiente, mantendo-os motivados.

Marriott Hotel: gamificação e recrutamento
A grande rede hoteleira Marriot desenvolveu um verdadeiro videogame para melhorar seus processos de recrutamento. Chama-se My Marriott Hotel e permite que os candidatos administrem seu próprio hotel virtual, no qual podem criar um restaurante, organizar o estoque, gerir o treinamento de funcionários e receber hóspedes.

Esta simulação virtual permite que eles tenham uma experiência realista de gestão de um negócio hoteleiro. No jogo, a pontuação é atribuída com base na qualidade do atendimento prestado pelos participantes. Também é possível ganhar pontos extras para cada cliente satisfeito e perder pontos se a opinião dos clientes não for adequada.

Tecnicamente é um clássico “jogo de negócios” que, embora não seja a única forma de fazer gamificação na empresa, é certamente um dos métodos mais envolventes e interativos. Ao transportar novos candidatos para uma experiência de contratação envolvente,pode avaliar com mais precisão seu real interesse e motivação para aceitar o emprego para o qual estão se candidatando.

Quer mais recursos para otimizar o RH da sua empresa?

Experimente gratuitamente a Factorial por 14 dias e melhore a sua Gestão de Pessoas!

Este artigo também está disponível em: Italiano, Brasil, Mexican

Bruna Carnevale é Content Manager da Factorial para os mercados do Brasil e Portugal. Com uma formação diversa em comunicação e línguas, se diz cada vez mais apaixonada pela área de RH e acredita que o acesso à informação de qualidade pode ajudar tornar a gestão de pessoas cada vez mais humanizada e eficiente.

Postagens relacionadas

Deixe um comentário