Ir para o conteúdo

Gestão de talentos: 9 passos para colocar em prática 

Cada vez mais as empresas percebem que para obter sucesso, é preciso contar com bons funcionários. Para atrair e reter os melhores profissionais do mercado, as empresas precisam competir para dar o melhor aos seus colaboradores e para construir uma imagem atrativa para novos candidatos. Neste sentido, o departamento de Recursos Humanos assume um papel estratégico dentro da empresa, pois tem a missão de gerir os talentos adquiridos pela empresa. A gestão de talentos aparece, então, como um dos maiores desafios do gestor de RH e merece muita atenção.

Quando falamos de gestão de talentos, falamos da criação de uma estratégia integrada com o planeamento estratégico da empresa. Esta integração servirá para  para recrutar, capacitar e reter colaboradores capacitados e com bom desempenho.

Em resumo, a gestão de talentos é o conjunto de processos integrados de recursos humanos que visam atrair, desenvolver, motivar e reter os colaboradores de uma empresa. É missão dos recursos humanos de qualquer empresa dedicar tempo e esforço a essas tarefas. Não podemos esquecer que as pessoas são um dos ativos mais importantes da empresa ou organização.

A seguir, iremos explicar o que é a gestão de talentos e indicar algumas estratégias que podem ajudar o departamento de recursos humanos nesse processo.

software rh

A importância da gestão de talentos

Há algum tempo atrás, as empresas não priorizavam aspetos como a gestão de talentos, mas a verdade é que nos últimos anos isso se tornou uma questão primordial para qualquer organização que busca aprimorar e desenvolver as competências dos colaboradores. Esta tarefa serve para atrair, reter, fidelizar e aumentar a produtividade dos funcionários.

Pode-se dizer que a política interna de gestão de talentos entra em ação na atuação de cada empresa. As empresas com maior produtividade tendem a ser aquelas que oferecem boas condições e benefícios aos colaboradores. A gestão de talentos forma equipas motivadas, capazes de trazer resultados e focadas em colaborar com os objetivos da empresa. Individualmente, este processo colabora para desenvolver habilidades dos funcionários para que possam aproveitá-las ao máximo.

Muitas empresas sabem do risco de que as pessoas mais valiosas de sua organização sejam capturadas pela concorrência. Por esta razão, muitas dessas organizações criam um plano de gestão de talentos para reduzir as taxas de rotatividade de funcionários. Este é um processo que requer planeamento, atenção e estratégias bem desenvolvidas.

👉 Trabalha no departamento de Recursos Humanos?  Leia nosso guia sobre como preparar um plano de RH.

Antes de começar: Dicas para dar os primeiros passos na gestão de talentos

Agora que conhece os benefícios de atrair, desenvolver e manter talentos  adquiridos em sua organização, é preciso deixar alguns pontos claros primeiro. Saiba quais são os pontos essenciais para que um plano de gestão de talentos funcione:

Definir metas e objetivos juntos

O primeiro erro que os gestores cometem e que desmotiva completamente o capital humano de uma empresa, é tratar os colaboradores como apenas mais um meio para atingir a meta. Um funcionário que apenas recebe encomendas, sem ter a possibilidade de dar feedback, nunca ficará satisfeito com o seu trabalho, o que causará indiferença aos resultados obtidos.

Se oferecer a eles a confiança de fazer parte da tomada de decisões, eles aumentarão seu nível de responsabilidade a fim de preservar o privilégio. Para além disso, esta atitude incentiva que os colaboradores partilhem novas ideias que podem ser interessantes para a empresa. Sentir-se parte da equipa e do sucesso da empresa é essencial para a produtividade dos colaboradores.

Melhorar as condições de trabalho

Trabalhar em um local opressor, com espaços apertados ou ventilação insuficiente não ajuda a motivar ninguém. Se deseja que sua equipa responda corretamente, deverá primeiro fornecer a eles as condições de trabalho adequadas que lhes permitam fazer seu trabalho corretamente.  Um ambiente de trabalho saudável e organizado melhoram a capacidade de concentração dos colaboradores e incentiva o desenvolvimento da criatividade.

Criar um ambiente de trabalho favorável

Conflitos entre membros da equipa, falta de comunicação e individualismo diminuem drasticamente o desempenho de uma organização. O ambiente de trabalho influencia diretamente na motivação da equipa e para mantê-la elevada deve-se criar o clima exato, que favoreça o relacionamento entre todos os integrantes.

A cultura organizacional de sua empresa é decisiva para o sucesso ou fracasso de um negócio. Isso acontece pois ela espelha os valores e formas de atuação da empresa. Desde o início, implemente atividades de integração, sejam elas recreativas ou de aprendizagem. Quanto mais otimismo houver nesse clima organizacional, maior será a vontade de trabalhar e maior será o esforço para que todos sigam em frente.

Depois de ter esses pontos seguros, o verdadeiro trabalho começa. Vamos falar sobre como fazer isso e indicar 9 estratégias de gestão de talentos que serão muito úteis para sua equipa e empresa.

9 passos para uma boa gestão de talentos

Recrutamento

O recrutamento é uma das principais ações do processo de gestão de talentos. Na verdade, é o primeiro passo da gestão de recursos humanos para o sucesso, pois consiste na capacidade de atrair e contratar talentos. Ações eficazes de recrutamento exigem que elaboremos uma estratégia baseada na marca do empregador. Um processo de recrutamento bem planejado pode diminuir a taxa de rotatividade da empresa e aumentar a eficiência dos colaboradores contratados.

gestao talentos dicas

Integração dos novos talentos

O ingresso na empresa é um processo importante. Isso permite que novos funcionários se tornem membros produtivos da organização. A integração de novos funcionários é definitiva para a atuação dele na empresa. Realizar treinamentos e apresentar a empresa é o básico para que este novo colaborador se sinta ambientado na nova realidade.

Para realizar este processo de integração, aposte no onboarding e garanta que o funcionário aprenda sobre a organização, o seu cargo, os seus novos colegas de trabalho e a filosofia da empresa. Planear as ações do processo de onboarding de acordo com o perfil da sua empresa é um ótimo começo!

Plano estratégico

O processo de desenvolvimento e implementação de planos estratégicos e políticas de gestão de talentos tem como objetivo a concretização dos objetivos traçados na criação da empresa.

Avaliação de Desempenho

A avaliação de desempenho dos colaboradores é essencial para verificar o nível de produtividade interna. Medir o desempenho de nossos colaboradores é vital para uma empresa, pois permite que ela seja mais eficiente com seus recursos e se destaque da concorrência. Existem muitos tipos de avaliação de desempenho que podem ser escolhidas pelos gestores.

A avaliação 360º é um dos métodos de avaliação de desempenho que a empresa pode adotar. Trata-se de uma ferramenta que os líderes dispõem e que lhes permite avaliar o desempenho laboral dos membros da equipa. Esta avaliação requer tempo e poder de análise por parte dos gestores, mas traz resultados na satisfação e aumento de eficiência dos funcionários.

👉 É responsável pela avaliação de desempenhos de seus colaboradores? Clique aqui e confira algumas dicas importantes para otimizar este processo.

Desenvolva a liderança

Liderança empresarial refere-se ao conjunto de atividades intencionais que visam atingir objetivos a fim de melhorar a qualidade das competências. As atitudes de liderança de cada um dos componentes da organização é vital para atingir os objetivos da empresa. Quando um colaborador é incentivado a crescer junto com a empresa e sente-se bem em trabalhar ali. Para além disso, trabalham com mais paixão e buscam fazer o melhor que podem para contribuir.

Estimule este comportamento, treine e capacite funcionários para mostrar que se importa com o crescimento deles dentro da empresa. Tenha também uma boa comunicação interna e o reconhecimento de conquistas ajudam a motivar os colaboradores neste sentido.

Desenvolvimento profissional

É o processo de definição de metas e elaboração de planos de negócios. A estes cabe vincular os objetivos às realizações particulares de cada um dos membros da equipa. Em última análise, é um planejamento de carreira.

Promover o treinamento constante das equipas é um dos principais pontos a serem considerados pelos gestores. Com esta atitude é possível aumentar o nível de participação, desenvolvimento e comprometimento dos funcionários e otimizar os resultados da empresa.

gestao recursos humanos

Reconheça conquistas dos seus colaboradores

Os programas de reconhecimento são uma forma de identificar e motivar as pessoas e equipas envolvidas. Estes contribuem por meio de seus comportamentos e ações para a conquista do sucesso da organização. Converse com os colaboradores para perceber o que os motiva e o quais benefícios são mais importantes para eles. Depois, crie um programa de reconhecimento com base nestas respostas. Reconhecer o esforço dos funcionários é uma ótima maneira de  aumentar o engajamento e a produtividade das equipas.

Competências: A chave para o sucesso

Competências são os comportamentos, características, habilidades e traços de personalidade que identificam os melhores funcionários, ou seja, aqueles que trazem resultados para a empresa. Reconhecer as competências dos funcionários é importante para que saiba exatamente como gerir e desenvolver essas habilidades. Em resumo, o responsável pela gestão de talentos deve saber quais competências são mais importantes para a empresa para saber recrutar e gerir os colaboradores.

Retenção de talentos

Por fim, a retenção de talentos é o esforço sistemático que o profissional de recursos humanos realiza para manter os melhores profissionais na empresa. A retenção de talentos na organização também visa a criação e de um ambientede trabalho favorável à cultura de alta retenção.

A gestão de talentos é essencial para reter os colaboradores na empresa e evitar altas taxas de rotatividade. É de responsabilidade da gestão de talentos implementar ações que promovam o desenvolvimento profissional e a avaliação e reconhecimento dos colaboradores. Com isso, os funcionários estarão motivados a continuar e crescer na empresa e a colaborar para o sucesso da organização. Para além disso, treine as lideranças para que percebam a importância da gestão de talentos e para que saibam a melhor maneira de conduzir suas equipas.

Esses 9 pontos expressam claramente as medidas precisas que uma empresa deve levar em consideração ao começar a trabalhar na gestão de talentos. Vale ressaltar que, para isso, é extremamente necessário que a gestão de recursos humanos e a gestão da empresa estejam comprometida com os colaboradores.

Comece hoje mesmo a gerir os talentos de sua empresa

Agora que já conhece as 9 principais estratégias de gestão de talentos e como gerir o talento humano nas organizações, é preciso agir. É hora de começar a projetar e implementar planos de gestão de talentos do departamento de recursos humanos e promover o desenvolvimento de sua organização juntos aos colaboradores.  Está a espera de que para ser o melhor?

👉 Quer digitalizar os processos de RH para automatizar tarefas repetitivas  para focar em seus colaboradores? Experimente o software de RH da Factorial por 14 dias grátis e otimize a gestão de talentos da sua empresa.

✅ Teste fatorial e melhore a gestão de seus funcionários

Postagens relacionadas

Deixe um comentário