Ir para o conteúdo

O papel do Business Partner de RH no crescimento das empresas

business-partner-rh

Neste artigo vamos explicar tudo o que precisa saber sobre um Business Partner e o seu papel em conjunto com os RH de uma organização. Iremos também ajudar a identificar a situação da sua empresa e se a contratação deste profissional faz sentido para potencializar o seu crescimento.

Embora o conceito tenha surgido em meados da década de 80, o Business Partner só ganhou o seu merecido destaque nos últimos anos, com o crescimento do protagonismo do departamento de RH na estratégia organizacional das empresas.

Essa mudança, diretamente vinculada ao papel dos RH estratégico está relacionada com o avanço das tecnologias digitais e como estas podem ajudar as empresas a serem mais práticas, analíticas e produtivas.

Mas afinal, o que é um Business Partner e o que é que ele faz, exatamente? Veja a seguir qual o papel destes profissionais. E saiba como estes profissionais podem ajudar no desenvolvimento organizacional da sua empresa.

software-rh-dp-360

O que é um Business Partner?

A definição de um business partner de RH (ou parceiro de negócios dos RH) pode ser feita da seguinte forma:

Um profissional de recursos humanos experiente que trabalha diretamente com a liderança de uma organização, para desenvolver e direcionar a agenda estratégica do RH, apoiando as metas organizacionais.

Este conceito de business partner de RH é importante. Em vez de trabalhar como parte do departamento interno de recursos humanos, o business partner RH trabalha juntamento com a liderança sénior.

Isto pode ser feito junto do conselho de administração ao colaborar regularmente com os diretores da empresa e outros executivos. Ou seja, o business partner une a estratégia de negócio com a estratégia de gestão de pessoas.

Colocar um profissional de recursos humanos em contacto estreito com a liderança executiva faz com que os RH sejam uma parte fundamental da estratégia organizacional.

Para além disso, o modelo de parceiro de negócios para recursos humanos está-se a tornar cada vez mais popular entre as empresas, em paralelo com a nova procura por Business Intelligence.

📚 [Artigo] Gestão de Pessoas nas Organizações: 10 Dicas Práticas para os RH

O que faz o Business Partner de RH na prática?

Na prática, o business partner faz a ponte entre a gestão de pessoas e os resultados da empresa. Dessa forma, possibilita que os dois caminhem em paralelo. Mas o que quer isso dizer, exatamente?

Vamos a alguns exemplos práticos.

Exemplo 1

Digamos que um Business Partner trabalha na área de vendas, colaborando diretamente com o diretor comercial.

Nesse cenário hipotético, a empresa em questão simplesmente não está a encontrar o resultado de vendas projetado para aquele ano. Isto apesar de ter contratado mais executivos de vendas e de investir em programas de formação. Onde está o problema?

Seriam os profissionais contratados pouco qualificados? Ou precisam de mais tempo para alcançar as metas estabelecidas? Os profissionais com mais tempo de casa estão a ter uma performance à altura? Os cursos oferecidos pela empresa estão a cumprir o seu objetivo? Ou existe outra lacuna de aprendizagem necessária para potencializar as vendas?

Neste caso, tanto os dados sobre o ciclo e o funil de vendas quanto os números de performance individual vão ajudar a diagnosticar a raiz do problema.

papel-de-um-business-partner

Exemplo 2

Num outro exemplo: digamos que há um problema na liderança da área de atendimento.

O desempenho dos funcionários está baixo, a taxa de rotatividade de pessoal elevadíssima e a avaliação dos gestores por parte da equipa cai a cada trimestre.

Nesse caso, o business partner vai investigar se:

    • Existem falhas na comunicação;
    • A proporção entre o número de funcionários para cada gestor está adequada ou se está acima do recomendado;
    • Os gestores precisam de mais formação;
    • O nível de desempenho esperado está adequado ao nível de senioridade da equipa ou se os profissionais são demasiado júniores.

Como podemos ver, é difícil imaginar a atuação de um business partner sem informações concretas. O business partner precisa de acesso a dados, como indicadores de produtividade e outras métricas dos RH. Só assim consegue chegar a conclusões sobre como os recursos humanos devem melhorar a sua distribuição.

Não existe business partner sem HR Analytics.

✅ [eBook pronto a descarregar] Estratégias e Ferramentas de People Analytics

Quais são as competências de um Business Partner de RH?

Tradicionalmente, o Business Partner RH é um profissional de perfil bastante generalista. Mais do que uma especialização e um domínio completo de determinada área dos RH, como recrutamento ou remuneração e benefícios, este profissional tem uma visão abrangente e sistémica da organização.

O profissional que atua nesta área também deve ter conhecimentos de finanças, pessoas e de trabalho em conjunto com outras áreas da empresa. Algumas soft skills são importantes para apoiar e aconselhar a tomada de decisões estratégicas e operacionais.

A seguir apresentamos as principais competências e habilidades exigidas a um business partner RH.

1) Entender tópicos como administração e finanças

Como já percebemos, o papel de um business partner de RH vai muito além da gestão de RH. Ele também se envolve em diversos aspetos financeiros do negócio.

Embora aumentar a eficiência das equipas esteja diretamente relacionado com a rentabilidade da empresa, existem muitos outros pontos da sua atuação que não se resumem apenas a objetivos em termos de lucro direto.

Por isso, para obter um conhecimento profundo do negócio é essencial que o profissional tenha noções de gestão financeira e administração.

2) Ter experiência em Gestão de Pessoas

O planeamento estratégico desenvolvido pelo business partner RH deve sempre ter em conta as necessidades e pedidos dos funcionários. Apesar de atuar com a liderança da empresa, este profissional não deve nunca deixar de exercer a sua voz ativa junto dos colaboradores.

Para isso, é importante conhecer a cultura organizacional.

É recomendado que este profissional já tenha uma ampla experiência a liderar equipas. Além disso, é preciso ter uma sensibilidade para a gestão de pessoas dentro de uma organização. Entender as rotinas e tarefas particulares do funcionamento do setor de Recursos Humanos também é fundamental.

📚 [Artigo] Como Economizar na Gestão dos Recursos Humanos

3) Dominar recursos e ferramentas

Outra caraterística necessária para quem deseja atuar nesta área é dominar os recursos tradicionalmente utilizados para o planeamento estratégico de uma organização.

Isso envolve o conhecimento e aplicação de metodologias, técnicas, indicadores e métricas que ajudem na análise, mapeamento e tomada de decisões.

Podemos citar alguns pontos chaves do planeamento que o profissional deverá dominar:

  • Desenvolvimento organizacional
  • Indicadores de recrutamento e seleção
  • Capacitação dos colaboradores e liderança
  • Metodologias de avaliação de desempenho
  • Nível de satisfação, individual e coletivo

👇 Descarregue este modelo de Avaliação de Desempenho em segundos 👇

modelo de avalicacao desempenho

4) Ter visão estratégica

A capacidade de elaborar planeamentos eficientes, com uma visão abrangente e um entendimento claro dos objetivos da empresa, é a principal competência esperada de um business partner.

Este profissional não deve apenas ter um olhar estratégico. Deve também saber definir os passos seguintes a tomar, a curto, médio e longo prazo, antevendo possíveis falhas e corrigindo o rumo quando necessário.

A habilidade de priorizar também é essencial.

5) Saber comunicar

Profissionais no papel de business partner de RH devem saber persuadir e negociar com líderes de alto escalão ou colaboradores. Para além disso, é importante coordenar ações para promover o alinhamento entre toda a equipa.

Nesse processo, eles precisam de influenciar pessoas e construir relacionamentos. Por isso, a capacidade de comunicação é essencial.

Para atuar tanto como consultor quanto mediador, estes profissionais devem desenvolver uma escuta atenta, manter uma postura empática e estar sempre à procura de novas formas de colaboração.

Diferenças entre um Business Partner e Gestor de RH

Um business partner de RH e um gestor de RH são dois cargos distintos e representam modelos diferentes de conduzir os serviços de recursos humanos dentro de uma organização.

O trabalho do gestor de RH foca-se no desenvolvimento de políticas e aceitação dos procedimentos da empresa. Este profissional é responsável por garantir:

  • processamento dos recibos de vencimento;
  • processos de recrutamento e contratação;
  • a supervisão do programa de formação e o desenvolvimento;
  • a administração pessoal e das relações laborais e sindicais; etc.

Em resumo, o gestor de RH supervisiona o departamento de RH.

O business partner do RH, por outro lado, não tem nenhumas responsabilidades administrativas no departamento. A sua principal função é trabalhar diretamente com a equipa de liderança sénior da empresa e com os gerentes dos restantes departamentos.

O principal objetivo do business partner RH é orientar e alinhar a estratégia geral da empresa para os seus funcionários.

Os business partners de RH colaboram com os profissionais de RH enquanto questionam a equipa executiva sobre questões relativas à gestão do capital humano da empresa. Eles são, muitas vezes, o ponto de partida para o desenvolvimento de iniciativas e estratégias de RH que afetam toda a organização.

📚 [Artigo] RH Estratégico nas organizações: 15 dicas e ferramentas

A sua empresa precisa de um Business Partner ou de um software de RH?

Esta pergunta pode até parecer estranha. Isto porque, obviamente, nenhum software de RH jamais será capaz de fazer o trabalho de um business partner.

Porém, muitas vezes, pensa-se que é necessário contratar um profissional para desenvolver um trabalho estratégico. Ainda que, às vezes, o que a empresa precisa é de automatizar o lado operacional do seu negócio.

Nem sempre faz sentido contratar um Business Partner quando um software de RH pode otimizar o trabalho do departamento de RH. E, inclusive, proporcionar os dados e as informações que esse profissional necessitará para atuar na frente estratégica da empresa.

Ambas as opções têm os seus prós e contras. Por isso, é importante analisar ambos para que possa escolher. De seguida, identificamos alguns cenários que ajudam a identificar as reais necessidades de uma empresa.

Quando é que um Business Partner RH faz sentido?

O business partner dos RH será vital se a sua empresa estiver a lidar com qualquer uma das quatro situações seguintes:

1) A empresa tem um grande número de trabalhadores

Se assim é, o risco de eventuais ineficiências na cadeia produtiva é maior. Muitas vezes, é necessário dinamizar a capacidade produtiva. Um parceiro de negócios de RH pode mergulhar fundo na análise do capital humano da sua empresa e encontrar novas formas de estruturação do trabalho.

2) A empresa está estagnada e precisa de crescer

Se o número de funcionários ou de vendas está parado há algum tempo e as avaliações de desempenho não indicam falhas de performance que justifiquem a situação, o problema pode ser mais profundo. Este é o momento ideal para contratar um business partner, para analisar se uma nova estratégia de RH poderia ajudar a superar essa estagnação.

3) O departamento de RH está completamente desligado do lado do negócio

Se sim, é fácil perder de vista o lado do negócio. Se o departamento já tem um sistema informatizado para agilizar essas tarefas do dia a dia e ainda sim a equipa não consegue atuar além do nível tático, talvez um business partner de RH possa ajudar a melhorar os resultados.business-partner-vs-gestor-de-rh

4) O gestor de RH sente-se perdido

No caso das pequenas empresas, muitas vezes a pessoa encarregada da gestão de pessoas não tem formação ou experiência sólida na área. Isso dificulta a implementação de uma boa estratégia de RH. Se esse gestor se sente perdido quanto à melhor forma de gerir os seus funcionários, contratar um business partner pode ajudar a definir o caminho a ser seguido.

📚 [Artigo] Sustentabilidade Empresarial: como Implementar no seu Negócio

Quando utilizar um software de RH

Se a sua empresa não se encaixa nas situações mencionadas acima, mas ainda sim está a enfrentar dificuldades na gestão de pessoas, a solução pode ser bem mais simples. Se alguma das situações a seguir se aplica, talvez esteja na hora de começar a usar algum software de RH:

1) A sua equipa é relativamente pequena

Fazer um extenso planeamento das atividades de todos os colaboradores e assumir integralmente o salário de um experiente business partner pode não ser o ideal. Para além disso, se o seu crescimento é relativamente moderado, talvez seja melhor adquirir um software de RH e estruturar processos internamente.

2) A empresa está a crescer muito rápido

Nestes casos, muitos processos podem ficar obsoletos e não dar conta das novas necessidades. Nesses casos, um software de RH vai ajudar a centralizar todas as informações e a organizar os procedimentos do departamento.

3) A empresa precisa de se digitalizar

Ainda sobrevive às custas de documentos em papel? Está na hora de preparar a sua empresa para uma transformação digital nos RH e operações. Os RH digital chegaram e vieram para ficar.

Embora o business partner possa contribuir muito para a estratégia de digitalização, é importante que ele se foque em outras tarefas mais estratégicas. Para isso, um software de RH tratar da digitalização.

4) Tem experiência em RH?

Tem confiança nas suas capacidades de planear as ações estratégicas? Conhece a cultura do negócio? Se sim, provavelmente um software de RH irá ajudá-lo! Em fases iniciais da empresa ou dentro de certos parâmetros do tamanho da empresa, manter decisões estratégicas da gestão de pessoas dentro da liderança da empresa tem inúmeros benefícios.

blog-banner-youtube-subscription

Ferramenta digital de Recursos Humanos

O software de RH da Factorial permite automatizar processos e tornar o seu departamento de recursos humanos mais estratégico . Isto porque ajuda a reduzir o tempo gasto com tarefas administrativas.

Dessa forma, sobram mais horas para o planeamento e execução de tarefas mais importantes.

Com a Factorial, a equipa de RH pode:

Esta ferramenta é capaz de centralizar os processos de RH e Departamento de Pessoas num só sistema. Para além disso, poderá testá-la durante 14 dias sem custos.

Veja, em menos de 1 minuto, as razões porque deve utilizar a Factorial na sua empresa:

Postagens relacionadas

Tem alguma dúvida ou sugestão? Partilhe-as na Comunidade de RH!

Esta é uma comunidade feita por si e para todos os profissionais de RH!

Recursos semanais para profissionais de RH.

Inscreva-se em nosso boletim semanal e receba as últimas tendências, dicas e recursos para os profissionais de RH.

Ao subscrever, está a aceitar o processamento dos seus dados para receber as informações solicitadas. Política de Privacidade