Ir para o conteúdo

People Analytics: tudo o que precisa de saber [+ eBook grátis]

People Analytics

Neste artigo abordaremos o tema de People Analytics. Saiba mais sobre o que é esta ferramenta, quais os benefícios para RH e quais os seus principais KPIs.

People Analytics, traduzido diretamente do inglês, significa “análise de pessoas”. No entanto, o seu significado é muito mais amplo. Este conceito de recursos humanos refere-se a todas as métricas e dados relacionados à gestão de pessoas.

Muitas das operações e processos diários realizados pelos gestores de RH estão intimamente relacionados a este conceito.

Siga o artigo e aprenda como o People Analytics o pode ajudar a melhor conhecer os seus colaboradores e aumentar a sua produtividade. Descarregue, ainda, o nosso eBook sobre People Analytics.

Tabela de Conteúdos

software-rh-dp-360

O que é People Analytics em Recursos Humanos?

People Analytics, também conhecido como “análise de recursos humanos”, é uma ferramenta cuja principal função é medir o talento e o desempenho dos trabalhadores, através do uso de dados. O objetivo desta ferramenta é auxiliar gestores e executivos a tomar melhores decisões de negócios, tendo sempre os colaboradores no centro dessas decisões.

Este instrumento de trabalho tornou-se quase indissociável da área de RH em empresas de todo o mundo. Um artigo na publicação da Harvard Business Review garante que 70% das empresas em todo o mundo confiam, há mais de uma década, no People Analytics.

No entanto, esse mesmo relatório mostra que apenas 9% dessas empresas afirmam ter a certeza absoluta sobre como usar, monitorizar, medir e confiar nos dados de People Analytics para implementar mudanças.

Adicionalmente, no mundo dos negócios, o uso de Big Data e Business Intelligence cresce a cada dia. Isto porque existem diversos estudos na área de Recursos Humanos que demonstram a eficiência no uso de dados de pessoas com foco na melhoria organizacional e no incentivo à motivação no trabalho.

👉 Leia mais sobre a Inteligência Artificial nas Empresas!

O que mede o People Analytics?

People Analytics é usado para obter informações, tanto sobre a sua equipa, como sobre os diferentes departamentos da organização. Isto significa recolher dados importantes que servem para gerar planos coordenados e contribuir para alcançar os objetivos do negócio.

Em vez de utilizar apenas, por exemplo, uma estratégia relacionada aos clientes e/ou estudos de mercado, os estudos aos seus próprios colaboradores permitir-lhe-ão estar um passo à frente da concorrência.

Por si só, e naturalmente, o departamento de recursos humanos já possui uma grande quantidade de dados sobre os seus colaboradores. Veja abaixo o tipo de informação pessoal, que os RH geralmente mantêm, e podem ser utilizadas em People Analytics:

  • Dados pessoais, como demografia, habilidades, função, competências, etc.
  • Dados de desempenho, como notas e avaliações.
  • Dados do dia a dia, como frequência e participação em programas da empresa ou planos de carreira.

O que é o People Analytics

Benefícios do People Analytics para RH

A principal vantagem de ter um sistema de People Analytics é poder fazer crescer a sua empresa. Esta vantagem deve-se ao conceito de “foco nas pessoas”, por meio do qual os funcionários são considerados a principal vantagem competitiva das empresas.

Quanto melhor for a gestão de pessoas, maior será a probabilidade de atingir os objetivos do negócio de forma sustentável e expandir no seu mercado. No entanto, há pelo menos quatro benefícios na utilização de People Analytics no departamento de RH:

1) Medir o desenvolvimento de talentos

Ter programas de formação e desenvolvimento dentro das empresas pode ser considerado um desafio. A verdade é que nunca se sabe se este tipo de estratégia funciona (ou não) e qual será o seu impacto.

O People Analytics ajuda a monitorizar o processo do aprendiz, aplicando novas habilidades no trabalho das pessoas e, assim, saber se os planos deram resultados positivos.

2) Identificar áreas problemáticas

Se souber usar os KPIs corretamente, poderá descobrir muito sobre os pontos positivos e os inconvenientes da sua equipa e dos gestores. Por exemplo, através do uso de KPIs, poderá saber se existe falta de planos de formação ou se é preciso melhorar a motivação no trabalho. Todos estes aspetos beneficiarão o bem-estar laboral e a employee experience.

👉 Descubra 7 exemplos de KPIs utilizados em Recursos Humanos.

3) Criar programas de benefícios

Ser capaz de identificar os trabalhadores mais produtivos permitirá fornecer incentivos e reconhecer o esforço que colocam no seu trabalho todos os dias. Assim, poderá ter uma equipa motivada. A motivação é uma estratégia ótima para o desenvolvimento de planos de reconhecimento, que potenciam as contratações e reduzem a taxa de rotatividade.

👉 Saiba quais as vantagens e desvantagens da semana de trabalho de 4 dias!

4) Melhorar a cultura da empresa

Num dia de trabalho, existem diferentes pontos de contacto entre os funcionários. O contacto laboral ajuda a entender como os colaboradores interagem entre si e permite-lhe, enquanto gestor, adaptar melhores experiências.

O People Analytics ajuda a resolver problemas cotidianos relacionados a engajamento, contratação ou comportamentos, e mudanças na cultura da empresa. Desta forma, será mais fácil alinhar ou adaptar as equipas aos valores da sua organização.

👉 Leia o artigo: Missão, visão e valores de uma empresa: qual a diferença?

[Grátis] eBook Ferramentas e Estratégias de People Analytics

Sabemos que People Analytics é um tema complexo. Foi por isso que decidimos compactar todas as informações que precisa de saber num eBook, com estratégias e ferramentas de People Analytics. Descarregue o eBook e aprenda mais sobre este tema, que tem estado na ordem do dia!

⬇️ Descarregue o eBook de People Analytics abaixo! ⬇️

eBook sobre People Analytics

Como implementar o People Analytics na sua empresa?

Usar uma ferramenta de People Analytics pode parecer um processo complexo e demorado, mas a verdade é que, na realidade, pode ser bastante simples. Para saber, exatamente, como colocar este conceito em prática, mostramos-lhe seis etapas para a execução de People Analytics na sua empresa:

Etapa 1: Reúna informações

Nesta primeira etapa, é vital perguntar a si mesmo: “Que dados são relevantes para os objetivos de negócios da minha empresa?”. Com base na resposta que encontrar, devem ser estabelecidos os principais indicadores de desempenho (KPIs).

A definição de KPIs permitirá economizar recursos significativos, investigando apenas as áreas que precisam de supervisão direta, como tarefas diárias na gestão de pessoal que terão um efeito real no sucesso do negócio.

Etapa 2: Experimente e explore as suas possibilidades

O mundo dos RH oferece uma enorme variedade de ferramentas de gestão. Portanto, experimentar testar um software de RH torna-se parte do processo. Há uma variedade de soluções no mercado que incluem técnicas de recolha, transformação e visualização de dados. Todas estas possíveis soluções focam-se em oferecer uma plataforma fácil e centralizada.

Etapa 3: Estabeleça um plano de ação

Depois de definir qual o objetivo que vai tentar alcançar, que dados são relevantes e quais são as opções disponíveis em termos de plataformas, é necessário propôr uma estratégia. A aplicação de big data e análise preditiva na gestão de talentos e no desenvolvimento de liderança e recursos organizacionais, geralmente ajuda a ajustar o plano de ação.

Etapa 4: Certifique-se que cumpre a lei

A recolha e processamento de dados é uma questão extremamente sensível nas empresas. Antes de iniciar o projeto de análise, é necessário que uma equipa jurídica verifique e valide as técnicas do People Analytics. Uma vez recolhidos e processados ​​os dados brutos, os resultados obtidos também devem ser aprovados antes de serem utilizados.

Etapa 5: Desenvolva um sistema simples

Independentemente da complexidade do projeto, a estratégia de monitorização, análise e interpretação de dados deve ser a mais simples possível. Isso implica padronizar algumas práticas para otimizar o processo. Utilizar People Analytics deve diminuir o tempo e dinheiro perdido em tarefas, e não o contrário.

Etapa 6: Crie uma estratégia de RH ancorada em dados reais

Um plano de RH pode ajudar a alinhar os colaboradores com a empresa, sem a existência de problemas de comunicação. Portanto, ter KPIs claros e expectativas de ROI para People Analytics garante que o impacto é medido com frequência e transparência. Uma estratégia vencedora deve ser apoiada por dados e um plano de ação eficaz.

Principais KPIs em People Analytics

Para dar vida a uma estratégia de análise de RH, como o People Analytics, é necessário entender onde e como procurar os dados que precisa.

Para viabilizar esta tarefa, devemos contar com a implementação de alguns indicadores-chave. Abaixo poderá encontrar uma breve descrição de 3 dos KPIs importantes. No eBook sobre People Analytics descrevemos, em detalhe, 7 destes KPIs.

📚 eBook: Estratégias e Ferramentas de People Analytics

Ausências Laborais

Uma ausência laboral pode ocorrer devido a licenças médicas, licenças de maternidade ou paternidade ou ausências sem justificação. De qualquer forma, conhecer os motivos e a frequência com que os trabalhadores não aparecem no trabalho ajudá-lo-á a entender a realidade da sua empresa e, consequentemente, a implementar mudanças.

Pode ser que os seus colaboradores sofram de problemas médicos devido ao stress no trabalho, que tenham inconvenientes para se deslocar e optem pelo teletrabalho, ou que as suas responsabilidades familiares sejam problemáticas e precisem ter uma política que os proteja. As possibilidades são múltiplas e é sempre importante entendê-las.

💡 Veja como o software de RH da Factorial o pode ajudar na gestão de férias e ausências.

Taxa de Rotatividade

O maior desafio das empresas de tecnologia ou start-ups, é a elevada procura por pessoal altamente qualificado e a dificuldade em retê-lo. A geração millennial não está apenas satisfeita com o seu salário, mas também exige outros benefícios e valor agregado.

Saber quanto tempo um colaborador fica num cargo ajuda a “prever” quando outro vai sair. E, assim, é possível gerar estratégias para reter os novos trabalhadores, reduzindo consideravelmente os altos custos de recrutamento e contratação.

Controlo Horário

A registo de tempo e controlo horário são, há anos, duas grandes fontes de conflito em todas as empresas. Chegadas atrasadas, horas extras ou saídas antecipadas são um grande problema que, não só prejudica a produtividade e gera quebras contratuais, mas também implica sérios problemas legais. É por isto que é fundamental ter KPIs que o ajudem a saber como os trabalhadores fazem uso das suas horas diárias e se estão a ser justamente pagos.

👉 A sua equipa quer fazer Bancos de Horas? Saiba tudo sobre esta modalidade!

Benefícios do People Analytics

Empresas que usam People Analytics em Recursos Humanos

Nos últimos anos, tem havido uma tendência crescente de empresas que adotam o People Analytics para entender como a sua organização e os seus colaboradores operam. Abaixo, deixamos-lhe algumas destas empresas.

1) Google

Sabia que foi graças ao People Analytics que a Google obteve melhores resultados no departamento de People Operations. Como? A Google percebeu que as decisões que têm maior impacto numa organização são aquelas relacionadas à gestão de pessoas.

É por este motivo que não basta usar o People Analytics para medir a eficácia e a produtividade das equipas. Deve, também, usar o People Analytics para realizar estudos regulares com os seus funcionários. O objetivo é utilizar esse feedback para otimizar os seus processos de recursos humanos e alinhá-los com a sua cultura organizacional.

2) Amazon

A gigante do comércio eletrónico decidiu usar o People Analytics para medir a satisfação no trabalho, monitorizar planos de formação e gerir a liderança dentro da empresa. A Amazon possui um sistema chamado “Amazon Connections”, onde consulta a performance de certos aspetos.

Um grupo de funcionários foi estabelecido como responsável ​​pelo projeto. Este grupo era o que tratava de todas as informações e as reportava diretamente à alta direção da empresa. O objetivo deste sistema era medir o nível de satisfação dentro da empresa e poder identificar possíveis problemas que a afetam.

3) Microsoft

Na Microsoft, o People Analytics é usado para desenvolver perfis estatísticos de funcionários com maior probabilidade de deixar a empresa. De acordo com os resultados que obtêm, passam a realizar as intervenções que consideram convenientes.

Ao focar-se nas áreas da empresa onde as taxas de rotatividade são mais altas, a Microsoft conseguiu reduzir estas taxas em mais da metade. Para além disso, adotaram esta estratégia noutras áreas da empresa, melhorando a motivação geral dos colaboradores.

👉 Conheça mais sobre HR Analytics e como esta ferramenta pode ajudar o seu negócio.

Como um software de Recursos Humanos pode promover People Analytics?

Agora que já conhece o propósito do People Analytics, já entende que todos os dados recolhidos podem ser combinados com Business Intelligence. Assim, permitem que uma empresa crie estratégias eficientes e melhore a produtividade da organização.

Usando um software de recursos humanos, é possível gerir os dados dos seus funcionários e criar estratégias específicas. Quando os dados do People Analytics são armazenados no software de RH, estes poderão ser partilhados em relatórios personalizados.

A Factorial é uma solução inteligente e automatizada, que melhora os seus processos de recursos humanos. Com o nosso software poderá criar relatórios personalizados e realizar análises de recursos humanos. Estas análises serão feitas com base em métricas e KPIs que lhe permitirão avaliar os resultados da sua empresa.

✅ Não perca mais tempo com as suas tarefas diárias. Experimente o software da Factorial agora, grátis e sem compromisso!

Este artigo também está disponível em: Español

Postagens relacionadas

Deixe um comentário

Recursos semanais para profissionais de RH.

Inscreva-se em nosso boletim semanal e receba as últimas tendências, dicas e recursos para os profissionais de RH.

Ao subscrever, está a aceitar o processamento dos seus dados para receber as informações solicitadas. Política de Privacidade